Frades Menores Conventuais

Fundada por São Francisco de Assis, no século XIII, a Ordem religiosa com o nome de Frades Menores teve acrescida a si a palavra Conventuais, pois moram em comunidade e partilham tudo como uma única família.

É a Ordem religiosa fundada por São Francisco de Assis, no século XIII, com o nome de Frades Menores. A este nome, quase desde os inícios, se acrescentou a denominação de Conventuais. Os membros da Ordem chamam-se Frades Menores Conventuais.

Desde a sua fundação a nossa Ordem, por vontade do Pai São Francisco, é uma verdadeira fraternidade; por isso, os seus membros, constituindo como irmãos uma única família, participam na vida e nas obras da Comunidade segundo a condição de cada um.

São Francisco quis que os seus frades se chamassem Frades Menores, para que do próprio nome os seus discípulos aprendessem que vieram à escola de Cristo humilde para aprender a humildade.

O fundamento da Ordem é a profissão religiosa, com a qual os frades se dedicam à vida evangélica de perfeita caridade, não apenas através dos meios comuns de santidade, mas também com o vínculo dos votos de obediência, pobreza e castidade, emitidos publicamente, por meio dos quais se consagram a Deus através do ministério da Igreja, como também através da observância da vida comunitária, da Regra e das Constituições, segundo o espírito da ordem seráfica. Com a profissão dos votos solenes os frades são incorporados definitivamente na Ordem.

Quem entra na vida Religiosa Franciscana não tem como objetivo primeiro ser sacerdote, ser padre. Tem, em primeiro lugar, a vontade de ser franciscano, de ser irmão, de ser frade. O ideal de vida dos Franciscanos é o mesmo para todos: seguir Jesus Cristo a modo de Francisco de Assis. O que todos tem em comum é o compromisso de viver segundo “a forma do Santo Evangelho”.

A Milícia da Imaculada é uma Obra franciscana, pois nasceu a partir de São Maximiliano Kolbe, um frade menor conventual.

Por Redação, adaptado de www.franciscanosconventuais.org.br

Veja fotos

Instituto Missionárias da

Imaculada-Padre Kolbe

Fundado na Itália, em 1954, o Instituto Missionárias da Imaculada-Padre Kolbe está em sete países levando os valores evangélicos ao mundo com os votos de pobreza, castidade de obediência.

Veja fotos

Terminada a Segunda Guerra Mundial, em Bolonha na Itália, um frade da Ordem dos Frades Menores Conventuais, padre Luigi Faccenda, tornou-se o responsável pela Milícia da Imaculada. No início dos anos 50, um grupo de moças, que pertencia à Obra, manifestou-lhe o desejo de viver a consagração a Deus seguindo a espiritualidade mariana e missionária própria de São Maximiliano Kolbe. Por isso, no dia 11 de outubro de 1954, depois de um período de oração e discernimento, padre Luigi Faccenda fundou o Instituto Secular das Missionárias da Imaculada - Padre Kolbe.

Atualmente, as missionárias estão presentes no continente Europeu, em países além da Itália sua sede central, Luxemburgo e Polônia e no continente Americano, no Brasil, Argentina, Bolívia, México e Estados Unidos.

No Brasil, com o crescimento da Milícia da Imaculada, Frei Sebastião Benito Quaglio foi à Itália e lá se encontrou com a diretora geral do instituto na época, Rosana Mariano, perguntando se as missionárias podiam ir para o Brasil em missão. Após um período de discernimento organização, e com a bênção do fundador Padre Faccenda, finalmente foi decidido que mandariam as primeiras missionárias para assumir a Milícia da Imaculada. Em 13 de fevereiro de 1996, vindas da Itália as três primeiras missionárias, Marina Mellis, Alejandra Camilo Moreno e Giovanna Venturi, hoje diretora geral do instituto, fundaram a primeira Casa da Imaculada na cidade de São Bernardo do Campo, onde é até hoje a sede central do instituto no Brasil na Diocese de Santo André.

Com a missão de assumirem a evangelização da Milícia da Imaculada no Brasil, as missionárias atualmente estão presentes no estado de São Paulo e no Mato Grosso do Sul.

Em meados de 1998 as Missionárias e Missionários da Imaculada - Padre Kolbe e alguns voluntários da região do Riacho Grande, no pós-Balsa, em São Bernardo do Campo – SP, iniciam seu trabalho de visita às famílias neste local. Com este trabalho se deparam com uma infância totalmente entregue ao descaso, com seus direitos negligenciados, sujeita a todo o tipo de violência física e psicológica e sem a menor perspectiva de um futuro melhor. Em 2009, nasceu o projeto Centro Social Maximiliano Kolbe como um espaço de formação e promoção humana a essas crianças e suas famílias, de tal modo que as ações promovidas tendessem uma educação que veja a criança e adolescente como sujeito de sua vida, um ser humano capaz de construir uma realidade diferente daquela que é obrigada e condicionada a viver.

Por Redação, adaptado de www.kolbemission.org; www.centrosocialmaximilianokolbe.wordpress.com


Vídeo com testemunho da missionária Maria Del Carmen, da Polônia (em italiano):


Casas da Imaculada no Brasil

São Paulo

Endereço: Rua Atlântica, 12 - Jardim do Mar

São Bernardo do Campo – SP

Contato: (11) 4121-1670

E-mail: brasil@kolbemission.org

Campo Grande - MS

Endereço: Rua do Florin, 250 – Bairro Vila Carlota

Campo Grande – MS

Contato: (67) 3213-7970

E-mail: missionariasms@gmail.com

Instituto Missionários
da Imaculada-Padre Kolbe

Em 11 de fevereiro de 1997, nascia o Instituto Missionários da Imaculada-Padre Kolbe no Brasil. Essa organização eclesial é formada por jovens e adultos homens de Vida Consagrada Secular ou como sacerdotes, sob o carisma mariano, missionário e kolbiano.

Veja fotos

O instituto nasce a partir do crescimento da Milícia da Imaculada no Brasil e a vinda das Missionárias da Imaculada - Padre Kolbe em fevereiro de 1996.

Vendo o trabalho desenvolvido com os leigos, o diretor Frei Sebastião Benito Quaglio, desejou aprofundar-se ainda mais na espiritualidade da Milícia da Imaculada. Foi quando viu a necessidade de ter pessoas consagradas com o mesmo ideal da MI, além do ramo feminino das missionárias, um ramo masculino.

Conhecendo e aprofundando-se no carisma mariano e kolbiano, Frei Sebastião foi à Itália procurar o fundador do Instituto, Padre Luigi Faccenda, e lhe pediu para fundar o ramo masculino. Após longas conversas e um período de discernimento, concluiu-se que o ramo masculino do Instituto seria, de fato, fundado. Sendo assim, na festa litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes, em 11 de fevereiro de 1997, nascia o Instituto dos Missionários da Imaculada - Padre Kolbe.

Seis jovens do Brasil deram início a tal experiência guiada da sabedoria e iluminada pelo então diretor do instituto Frei Sebastião. Mais tarde o instituto foi aprovado pelo bispo da Diocese de Santo André, Dom Nelson Westrupp e pela Província São Francisco de Assis da Ordem dos Frades Menores Conventuais no Brasil.

Em 27 de fevereiro de 2000 houve a primeira profissão religiosa dos votos de Obediência, Castidade e Pobreza dos três primeiros missionários no mundo. A sede do instituto fica Casa da Imaculada na cidade de São Bernardo do Campo onde é até hoje a sede central do instituto no Brasil na Diocese de Santo André.

Como frutos do instituto, doze jovens, dentre inúmeros formados, foram ordenados sacerdotes da Igreja Católica e estão prestando serviços em vários estados do Brasil.

Sede do Instituto dos Missionários

São Paulo

Endereço: Rua Olinda, 41 - Nova Petrópolis,

São Bernardo do Campo - SP, 09770-070

Contato: (11) 4330-5904

Facebook: www.facebook.com/kolbemission

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação, em Colaborador

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.