Por Túlia Savela Em Meu rolê Atualizada em 26 JUL 2019 - 12H31

Anjo bom da Bahia

Visita às obras sociais iniciadas por Irmã Dulce leva a jovem Mônica a afirmar: "Encontrei-me com o Anjo bom da Bahia"

Arquivo MI
Arquivo MI
Santa Dulce dos Pobres

Por Mônica Souza Venturini, graduada em Letras

Frequento a primeira paróquia do Brasil que teve a graça de ser dedicada à amada Irmã Dulce em 2012, na cidade de Jaguariúna - SP. Em breve, será chamada de Santa Dulce dos Pobres. Tenho, desde a adolescência, carinho e admiração por essa beata brasileira que será canonizada no dia 13 de outubro, durante o Sínodo para a Amazônia.

Será a primeira mulher nascida no nosso país a receber a honra dos altares e a terceira canonização mais rápida da história recente (27 anos após seu falecimento), atrás apenas da de Madre Teresa de Calcutá (19 anos após) e do Papa João Paulo II (9anos após sua morte).

Devota dessa soteropolitana, decidi visitar as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) criadas por ela na capital baiana. Vem comigo!

Quer conhecer cada detalhe dessa incrível viagem? Envie uma mensagem para milicia@miliciadaimaculada.org.br e peça a edição de agosto da revista Jovem Mílite ou cadastre-se clicando abaixo para recebê-la todos os meses em sua casa.

Seja um jovem mílite

Destinos pra lá de bom!Partiu Recreio dos BandeirantesVem, Divino Espírito Santo!Maria e eu

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Túlia Savela, em Meu rolê

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.