Por Gabriel Lopes Em Jornal Milícia Sat Atualizada em 11 JAN 2019 - 14H06

Cultura em Foco: Roma

Considerado um dos melhores filmes de 2018, o longa levou o Globo de Ouro de Melhor Filme de Língua Estrangeira e Melhor Direção para Alfonso Cuaron

O Globo de Ouro foi no último domingo, premiou grandes obras e personas do mundo audiovisual e é claro que o Cultura em Foco não deixaria isso passar em branco.

O indicado de hoje ganhou duas das três categorias nas quais foi indicado, sendo elas Melhor Filme de Língua Estrangeira e Melhor Direção para Alfonso Cuarón. O longa está sendo apontado como favorito ao Oscar e já ganhou diversas estatuetas em prêmios e festivais ao redor do mundo, hoje indicaremos Roma, aclamado filme mexicano e obra original da Netflix.

A trama se passa em meados dos anos 70 e acompanha a história de Cléo, uma empregada doméstica que trabalha para uma família de classe média do turbulento Distrito Federal do México, conhecido como Colônia Roma logo no início do governo de Luis Echeverría.

Com um retrato bastante fiel da realidade do local onde se passa, o foco do filme é mostrar a evolução de seus personagens no decorrer dos acontecimentos da época e os contrastes sociais que existem na região, trazendo um ponto de vista bem interessante sobre a realidade da protagonista. Um acontecimento importante que é retratado, é o Massacre de Corpus Christi, um dos eventos mais tristes da história do país.

Com uma fotografia em preto e branco e uma trilha sonora limpa, sem grandes momentos instrumentais o longa reforça o retrato do mundo real com seus ruídos característicos e planos abertos e estáticos. Carregado de sutilezas, Roma faz o público pensar nas angústias cotidianas de uma protagonista de carne e osso.

A obra prima é carregada de conceitos e tem sido unanimidade de crítica no mundo todo, este talvez tenha sido o filme onde o diretor mais colocou aspectos pessoais em evidência, tendo como base desde a figura protagonista inspirada em uma mulher que trabalhava para sua família até a locação da casa que foi inspirada na que ele viveu quando criança. 

Falando em diretor, você talvez não saiba quem é ele, mas com certeza já assistiu Gravidade ou Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, são algumas de suas obras. Ah, boa parte do mérito do filme também vai pro elenco que traz atuações impressionantes e extremamente dramáticas, é incrível.

Não perca a oportunidade de ver este marco que elevou a Netflix aos grandes prêmios do cinema. Não espere um blockbuster, assista de peito aberto e se deixe atingir por essa incrível história e o melhor, sem sair de casa.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Gabriel Lopes, em Jornal Milícia Sat

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.