Por Ana Carolina Sofiati Em Educação

Estudar online na pandemia

Parece fácil, mas não é!




Quando iniciei minha graduação, na década passada e não no século passado, precisei mudar de faculdade no primeiro semestre do curso. O motivo? A partir do segundo semestre seriam incluídas em nossa grade curricular algumas aulas online, hoje o famoso Ensino a Distância (EAD).

Na época, não fazia sentido um curso na área de humanas, ter matérias online, sem nenhuma interação ou discussão entre as pessoas presencialmente. Eu e algumas colegas de sala não nos conformamos com a situação e decidimos transferir nossas matrículas para uma outra instituição 100% presencial. Foi um bafafá só!

Anos depois, estamos aqui, eu e mais uma vasta gama de pessoas precisando adaptar-se a essa realidade, a um mundo virtual de estudos onde, ou você se conforma e encontra uma forma disciplinada para buscar conhecimento, ou ficará sem esses conhecimentos.




A pandemia evidenciou as diferenças sociais que assolam nosso país, vimos que grande parte da população, por exemplo, não tem acesso à internet de qualidade.

Nesses casos, pensar em estudar fica muito mais difícil. Mas, o que dizer sobre quem tem oportunidade de acesso virtual e mesmo assim ainda encontra dificuldades para manter uma rotina adequada dentro da nova realidade?

Para responder essa questão, listei algumas situações que acontecem comigo e que podem acontecer com você:

1- Quando estamos em casa parece que temos muita coisa para fazer e pouco tempo para dar conta de tudo. Além dos afazeres de casa, temos que fazer nossa comida, trabalhar (para alguns) e ainda ler e assistir aulas com muito conteúdo. Um dia só é pouco para o tanto de tarefas. Por isso gerenciar o tempo é a parte essencial para quem quer estudar com qualidade. Precisamos aprender a dividir as horas do nosso dia e sermos fiéis.

2- Estabelecer uma rotina e comunicá-la para seus familiares pode ajudar muito na hora de iniciar seu tempo de estudo. Quando muitas pessoas vivem na mesma casa acabam encontrando dificuldade de organização, pois todo mundo precisa realizar suas tarefas ao longo do dia, isso pode gerar bagunça e barulho que atrapalhem o seu planejamento. Manter uma comunicação saudável com sua família ajudará, e muito, na hora de cada membro entender seu papel e respeitar o seu espaço.

3- Por mais que tenhamos que seguir nossas vidas, tudo o que temos vivido desde o ano passa do mexeu e mexe bastante com nossas emoções. Embora seja necessário seguirmos caminhos que nos auxiliem a superar as dificuldades para manter nossos estudos com qualidade, é normal que em algum momento do dia bata aquele desânimo que nos impede de produzir o quanto esperamos. Fique tranquilo e se dê um tempo.

Escrito por
Ana Carolina Sofiati
Ana Carolina Sofiati

Ana Carolina Solfiati é formada em Serviço Social. Especializada em gestão de projetos sociais e produtora de conteúdo para redes sociais. Com desejo de fazer o bem a mais pessoas, atua diretamente no projeto "Essa tal terapia" que leva esclarecimentos básicos sobre psicologia e autoconhecimento.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por MI, em Educação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.