Por Bárbara Rodrigues Em #inspira Atualizada em 23 MAR 2020 - 10H02

Já pensou em ser voluntário?

Se inspire nos relatos que apresentam um pouco do trabalho social realizado na Casa Santa Clara e no Centro Social Maximiliano Kolbe

revista
revista


Há quase um ano, Fabíola Frimaio, mais conhecida como “Prô Fabíola” ou “manhê” pelas crianças, atua como educadora na Casa Santa Clara. No início, a mestre em educação ficou receosa em aceitar o convite para trabalhar ali, mas o ambiente saudável e a felicidade das crianças conquistaram sua permanência.

Para a educadora, “o voluntariado é uma oportunidade única de experiência para a satisfação pessoal”. Ela acredita que a relação estabelecida neste tipo de atividade é de gratidão a Deus por fazer parte de algo maior. “Tenho certeza, que meu trabalho colabora de forma indispensável para a melhoria da qualidade de vida de cada criança, garantindo que elas possam viver a infância com amor e cuidado, essenciais para o desenvolvimento emocional de qualquer ser humano”.

A Casa Santa Clara, fundada na década de 1980, tinha a preocupação de cuidar das crianças que ficavam pelas ruas, em São Bernardo do Campo - SP, enquanto os pais trabalhavam. Atualmente, recebe mais de 200 crianças para aulas de informática, línguas estrangeiras e artesanato, com 40 professores voluntários.

Edvanda Leal, Missionária da Imaculada-Padre Kolbe, atua no Centro Social Maximiliano Kolbe desde o seu início, há 11 anos. Atual responsável pela instituição, a missionária acompanha as atividades socioeducativas direcionadas para mais de 180 crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.

Leia MaisDriblando a deficiênciaDoar a vidaEstrangeira do amorO Centro Social Maximiliano Kolbe, localizado na região Pós-Balsa, no Riacho Grande, em São Bernardo do Campo - SP, atende crianças de famílias carentes não só no aspecto financeiro, mas também de valores, para que convivam da forma mais saudável e construtiva. As atividades realizadas contam com oficinas lúdicas, esportivas, culturais e tecnológicas no período em que as crianças não estão na escola.

No Centro Social, Edvanda inspira o seu modo de agir em Nossa Senhora e São Maximiliano Kolbe. Em Maria, como presença amorosa, oferecendo um colo de mãe quando nada mais pode ser feito, e, em São Maximiliano, como presença sutil e acolhedora.

Assim como Fabíola, a missionária Edvanda compreende que o trabalho voluntário é uma relação gratuita e edificadora porque, no final do dia, pode sentir uma verdadeira felicidade.

Quer se tornar um voluntário da Casa Santa Clara ou do Centro Social Maximiliano Kolbe? O telefone da Casa Santa Clara é (11) 4399- 0579 e do Centro Social é (11) 4101-7895.

Receba a revista Jovem Mílite e sua casa!

Faça o seu cadastro aqui:

Seja um Jovem Mílite

Fonte: Revista Jovem Mílite

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Bárbara Rodrigues, em #inspira

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.