Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em Maria, minha mãe!

Conhecer, amar e imitar

Nosso encontro com Maria é permanente porque Ela não se afasta da gente, porque também nunca se afastou de Jesus

revista
revista
Conhecer, amar e imitar


Você conhece a pessoa quando começa a conviver e a estabelecer diálogo com ela. Maria, nós conhecemos no caminho dos Evangelhos, no caminho da Igreja, no caminho da Tradição e convivendo com Ela. Caminhando e rezando, vamos conhecendo Maria. São Maximiliano Kolbe dizia que para conhecê-la deveríamos pedir de joelhos ao Espírito Santo. Por isso, a oração é o meio privilegiado para o conhecimento, porque quem é Maria nos é revelado pelo próprio Espírito Santo.

Maria é mãe, e a maior alegria de uma mãe é ser amada por seus filhos.

Nós temos que agradecer a nossa mãe que faz tudo por nós com amor.

A vida de Maria foi de intensa doação. Ela confiou e se entregou ao projeto de Deus inteiramente, até o fim. Foi além da cruz e viveu a fidelidade a Jesus abraçando a maternidade de todas as pessoas, sendo nossa mãe. Ela está caminhando conosco agora.

Ela está presente conosco que queremos tornar seu filho Jesus conhecido a todos. Ela é a mãe que nos conduz e nunca nos deixa, por isso, obedecer a Maria é um reconhecimento de verdadeiros filhos que demonstram o verdadeiro amor.

Imitar Nossa Senhora é nosso projeto. Certamente nunca seremos capazes de fazer do jeito dela, mas podemos aprender dela a entrega total à Vontade de Deus. Maria não parou nas palavras ao responder ao anjo, mas se mostrou uma mãe amorosa inteiramente dedicada ao filho e a São José. A obediência e serviço de Maria é um exemplo para nós. Nosso sim a Deus e nosso amor a Jesus, presente nas pessoas ao nosso redor, deve ser constante em nossa vida.

A Milícia da Imaculada é feita para conquistar todos os corações a Jesus sob a proteção dela.

Que a vida de cada um dos consagrados a Nossa Senhora seja um caminho para conhecê-la cada vez mais, para amar o mundo com o coração de Maria e imitá-la no seguimento fiel a Jesus.

Receba a revista Jovem Mílite em sua casa!

Faça o seu cadastro aqui:

Seja um Jovem Mílite

Fonte: Revista Jovem Mílite

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em Maria, minha mãe!

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.