Por Armando Teixeira Em Meu rolê

No Interior de São Paulo, um cantinho especial




Morar em Atibaia é saber desde pequeno que sua cidade é conhecida pelas flores exuberantes e os morangos deliciosos

Pertinho de Campinas e da cidade de São Paulo, com duas grandes rodovias, a Fernão Dias e a Dom Pedro I, caprichosamente se cruzando bem na entrada da ci¬dade, é muito fácil receber turistas de praticamente todos os lugares.

É claro que amigos irão visitá-lo, especialmente no mês de setem¬bro, onde acontece a tradicional Festa das Flores e Morangos. Não é a toa que 100 mil pessoas to¬dos os anos visitam o evento. Em 2020, por causa da pandemia da Covid-19 a edição comemorativa de 40 anos de Festa das Flores foi adiada para 2021. Nos demais meses do ano, o Parque Edmun¬do Zanoni, onde acontece a Festa das Flores e Morangos, está aberto para munícipes e turistas. O local é perfeito para um piquenique e tem ainda museu de história natural, feirinha de artesanato e um lago com pedalinho (aqueles barqui¬nhos de várias cores e formatos que as crianças amam).

Atibaia tem um rico passado, que salta aos olhos na arquitetu¬ra do centro da cidade, em espe¬cial na Igreja Matriz de São João Batista interligada por uma rua à Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Em tempos de escravi¬dão, os grandes fazendeiros parti¬cipavam da missa na Igreja Matriz enquanto os escravos, aos domin-gos, podiam frequentar a “Igreja dos Pretos” - com a proteção de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

As Congadas realizadas no ci¬clo natalino, após o natal e antes do ano novo, são outra atração tu¬rística que lembra esse passado tão rico, e inclusive estampam o teto da Igreja do Rosário.

Para os mais “radicais” a Pedra Grande é um ponto obrigatório. Localizada no Parque Estadual do Itapetinga, é ponto de encon¬tro para quem pratica voo livre, asa delta e paraglider. Para aqueles que têm disposição de sobra é pos¬sível escalar a montanha de 1.400 metros de altitude. As trilhas são diversas, algumas mais fáceis para turistas pouco acostumados com a subida íngreme e outras mais desafiadoras para montanhistas experientes. Todos os caminhos são igualmente ornamentados por uma exuberante paisagem. No final da subida, quem conse¬guir chegar ao topo é presenteado pela vista panorâmica da cidade.

Pertinho do centro de Atibaia é possível dar uma voltinha no te¬leférico, que termina no Lago do Major onde você e sua família po¬dem fazer caminhadas e exercícios físicos.

Atibaia conta ainda com uma rede de hotéis, pousadas e resorts para todos os gostos e bolsos, e se você preferir, existem casas e chá¬caras que são alugadas para um final de semana, por isso é fácil en¬contrar um lugar para se hospedar com os amigos.

Você pode ainda visitar na Rodo¬via Dom Pedro I, no quilômetro 78, o Santuário da Mãe Rainha e Três Vezes Admirável de Schoenstatt, e conhecer melhor o movimento mariano que leva à casa de muitas famílias pelo Brasil a “capelinha” da Mãe Peregrina. O Santuário recebe todos os finais de semana um grande número de romeiros e visitantes de todo o Brasil.

E se estiver em Atibaia não se esqueça de sintonizar a Rá¬dio Imaculada, presente na re¬gião bragantina com o prefixo 107,1FM!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Armando Teixeira, em Meu rolê

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.