Por Jovem Mílite Em Tá sabendo? Atualizada em 22 MAI 2020 - 08H50

A vida faz-se história

Neste ano, o Papa Francisco concentra sua mensagem em um dos aspectos mais desafiadores da comunicação: a narração. A narrativa consiste não somente em contar um fato, mas em fazer dele parte de nosso ser.




Por Gil Brasil, comunicador da Rádio Imaculada

Na Festa da Ascensão de Jesus, recebemos este mandato: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mt 16,15). Por essa razão, todos os anos, nesta data, comemora-se o Dia Mundial das Comunicações Sociais, e o Santo Padre envia sua mensagem a todo o Povo de Deus, em especial para os comunicadores. Em 2020, chegamos à celebração de número 54, ou seja, há mais de 50 anos, a Igreja dedica a Solenidade da Ascensão para tratar do tema da comunicação.

O “ide” é uma ordem explícita de Nosso Senhor, que está contida na raiz da Milícia da Imaculada, a qual deseja conquistar a todos, sem exceção, por meio da mediação daquela que encarnou em seu seio a Palavra, narrada por tantos homens e mulheres e que continua a ser contada gerando vida e vida em plenitude.

Neste ano, o Papa Francisco concentra sua mensagem em um dos aspectos mais desafiadores da comunicação: a narração. A narrativa consiste não somente em contar um fato, mas em fazer dele parte de nosso ser.

Está na essência do ser humano a arte de narrar, afinal esse é um dos fatores ao qual se deve a perpetuação da raça humana.

Quem de nós nunca ouviu uma boa história (que antigamente se escrevia estória) de nossos pais, avós e familiares?

Para que haja comunicação são necessários dois elementos: o emissor (aquele que transmite) e o receptor (aquele que acolhe), e ainda mais, para que esta comunicação seja plena deverá ser isenta de ruídos.

Em nossos dias, muitos são os ruídos que insistem em atrapalhar a comunicação, gerando o famoso “telefone sem fio”.

O título da mensagem deste ano para essa data, comemorada em todo o mundo, é: “Para que possas contar e fixar na memória” (Ex 10,2). Ele nos ensina que nossa experiência deve ser narrada de geração em geração, até ficar em nossa mente, transformando nosso ser, nossas atitudes e as daqueles que se aproximam de nós.

Jesus é a Palavra que se fez carne, tomou nossa forma e, depois dele, toda a história humana é, de certo modo, história divina, como dizia o Papa São João Paulo II, e cantamos na conhecida música Sacramento da Comunhão: “Jesus, rosto divino do homem. Jesus, rosto humano de Deus”.

O “ide” é uma ordem explícita de Nosso Senhor, que está contida na raiz da Milícia da Imaculada, a qual deseja conquistar a todos, sem exceção, por meio da mediação daquela que encarnou em seu seio a Palavra, narrada por tantos homens e mulheres e que continua a ser contada gerando vida e vida em plenitude.

Leia MaisVamos neutralizar o mal?Mãe de DeusNossa Senhora de Loreto Dia do nascituroVenha evangelizar conosco na Milícia da Imaculada. Conheça a Consagração a Nossa Senhora e saiba como nos ajudar aqui.

Baixe a Jovem Mílite completa e encontre outros conteúdos de espiritualidade cristã.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovem Mílite, em Tá sabendo?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.