Por Jovem Mílite Em VocAÇÃO

Ninguém pode preencher meu coração como Deus

O depoimento de Irmã Karen Cristina Ferreira, da Missão Belém, revela uma história de amor ao próximo




Por Irmã Karen Cristina Ferreira, da Missão Belém, em São Paulo - SP

Eu era uma menina de balada, gostava de funk, ficava com muitos meninos e, quando fiz um retiro espiritual, eu namorava. Minha infância foi marcada pela separação de meus pais. Aos 18 anos, vivendo com uma tia, tive meu encontro com Deus por meio de um retiro espiritual chamado Jé-Shuá. Foi um retiro difícil, pois estava muito ferida e fechada. Mas, na efusão do Espírito Santo, me senti muito amada por Deus. A frase de Isaías 49,15 me marcou: “Uma mulher se esquece do seu filho? Mesmo se existisse tal mulher, eu não te abandonarei, diz o Senhor”.

Esse amor entrou em mim como um raio de sol e, a partir daquele momento, senti que precisava responder a este amor. Cheguei em casa, joguei minhas roupas fora, terminei o namoro e decidi corresponder ao amor de Deus, porque eu pensava que nenhum homem ia me amar como Deus e preencher o vazio do meu coração.

Fiz um bonito caminho com a comunidade Aliança de Misericórdia e, por meio dela, conheci a Missão Belém que foi onde senti que Deus pedia para eu entregar minha vida. Aos poucos, fui entendendo, de forma profunda, que Ele me chamava a uma vida de consagração e fui correspondendo a isso.

Algo bonito que Deus me deu foi a graça de poder ajudar as pessoas por meio da Escola de Missão.

Muitos jovens que têm as mesmas feridas que eu tive e vieram da mesma realidade que eu, ou até pior, podem se encontrar com a Vontade de Deus e enxergar que Deus tem um sonho para cada um. Isso para mim é gratificante porque os jovens chegam, às vezes, até sem saber quem eles são, achando que são incapazes de serem melhores e, por meio das experiências, eles percebem que o sim deles gera vida no mundo e que Deus conta com eles.

Sinto sempre a presença de Jesus que me ajuda nas situações, que me ilumina para ajudá-los, que a cada momento se faz presente, se une a mim e vai mudando a cada dia a forma de pensar, de agir, dando-me determinação para a missão que Ele me confia.

Nos momentos de oração, no cotidiano me sinto muito unida a Jesus e, por várias vezes, seja nos momentos bons ou nos momentos de dificuldades, Jesus sempre fala no meu coração “você é minha” e é essa convicção que tenho todos os dias.

Sou feliz todos os dias, mesmo com as dificuldades, por responder a este amor de Deus. Sou muito feliz e grata por Deus me chamar a viver com Ele.

Leia MaisQuer descobrir sua vocação?Evangelho vivoRosário dos Anjos Quando o atraso de um trem faz um padreJovem cristãoBaixe aqui a edição completa da Jovem Mílite de maio e encontre mais textos de espiritualidade para crescer na fé, esperança e caridade.

Venha fazer parte da nossa família consagrada: Seja um jovem mílite!

Para renovar diariamente a sua consagração à Imaculada, acompanhe o Programa Consagração a Nossa Senhora

Para um doação on-line, clique aqui.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovem Mílite, em VocAÇÃO

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.