Por Vladimir Ribeiro Em Brasil Atualizada em 12 SET 2019 - 08H09

Feijão não deve subir de preço neste ano

De acordo com o IBGE, a safra deste ano será 13,4% maior que a segunda safra do ano passado.

Divulgação
Divulgação
Consumo médio interno de feijão no país é de três milhões de toneladas


A safra de feijão em 2019 deve suprir o consumo dos brasileiros. A previsão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é que sejam colhidas 2,9 milhões de toneladas de feijão em 2019.

O consumo médio interno no país é de três milhões de toneladas. Isso quer dizer que o preço do feijão não deve subir na prateleira do mercado, como aconteceu em safras passadas quando o feijão chegou a custar R$ 10 o pacote.

A segunda safra do feijão será a responsável pela alta na produção. De acordo com o IBGE, a safra deste ano será 13,4% maior que a segunda safra do ano passado.

O destaque vai para a região Nordeste. Bahia, Alagoas e Ceará lideraram a alta na colheita do feijão segunda safra. O IBGE divulgou a previsão da safra de grãos no país. No total, o Brasil deve produzir em neste ano 239,8 milhões de toneladas de grãos, um novo recorde para a produção nacional.

Da Mais News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.