Por Vladimir Ribeiro Em Brasil

MEC pretende implantar 108 escolas cívico-militares

Ação está prevista no Compromisso Nacional pela Educação Básica

Divulgação
Divulgação
Ações anunciadas pelo MEC são voltadas para a educação básica


O Ministério da Educação pretende implementar 108 escolas cívico-militares até 2023. Essa é uma das ações previstas no Compromisso Nacional pela Educação Básica, documento apresentado hoje, em Brasília, que reúne ações que estão sendo planejadas para serem implementadas até o fim do atual governo.

Além das escolas militares, pretende-se dar celeridade à conclusão de mais de 4 mil creches até 2022; conectar 6 mil e 500 escolas rurais por meio de satélite em banda larga em todos os estados; e ofertar cursos de ensino a distância para melhorar a formação de professores, até 2020, entre outras ações.

O documento foi elaborado pelo MEC em conjunto com estados e municípios representados pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação. As ações são voltadas para a educação básica, período que compreende desde o ensino infantil até o ensino médio.

O plano de ação tem como objetivo dar mais protagonismo aos estados e municípios, seguindo o mote defendido pelo governo de menos Brasília e mais Brasil.

A intenção, de acordo com o MEC, é tornar o Brasil referência em educação na América Latina até 2030.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.