Por Núria Coelho Em Brasil

Ministério da Saúde inicia a distribuição da vacina pentavalente para os estados

Vacinação garante a proteção contra 5 doenças, entre elas, difteria e tétano

Divulgação
Divulgação
O esquema vacinal prevê três doses da vacina: aos 2 meses, aos 4 meses e aos 6 meses


O Ministério da Saúde começou a distribuir nesta semana um total de 1 milhão 700 mil doses da vacina pentavalente para os estados.

A vacinação garante a proteção contra 5 doenças: difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e a bactéria haemophilus influenzae tipo b, responsável por infecções no nariz e garganta.

O esquema vacinal prevê três doses da vacina: aos 2 meses, aos 4 meses e aos 6 meses. A pasta orienta que os municípios devem regularizar a caderneta de vacinação das crianças assim que os estoques estiverem regularizados.

Após recebimento pelo Estado, o produto passa a ser encaminhado aos municípios.

Entre junho e dezembro, a oferta esteve irregular devido a problemas com o fornecedor.

O Brasil compra a vacina via Fundo Estratégico da Organização Pan-Americana da Saúde porque não existe laboratório produtor no país.

Em julho de 2019, lotes do laboratório pré-qualificado pela Organização Mundial da Saúde foram reprovados no teste de qualidade do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde e análise da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Em agosto, o Ministério da Saúde solicitou reposição do produto, mas, naquele momento, não havia disponibilidade imediata no mundo.

Da Rádioagência Nacional




Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Núria Coelho, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.