Por Vladimir Ribeiro Em Noticias

Cidadãos já podem juntar documentos para prestar contas ao Leão

Se seguir tendência dos últimos anos, Receita Federal deve exigir entrega da declaração do Imposto de Renda já a partir de 1º de março

Divulgação
Divulgação
Caso mantenha o padrão dos últimos anos, a declaração do IR deverá ser feita entre 1º de março e 30 de abril


Mesmo sem prazos estabelecidos pela Receita Federal, os contribuintes já podem juntar documentos para declarar o Imposto de Renda de Pessoa Física 2021 (ano-base 2020). Isso porque, caso mantenha o padrão dos últimos anos, a declaração do IR deverá ser feita entre 1º de março e 30 de abril.

Como não há perspectiva de correção da tabela do Imposto de Renda, a declaração deverá ser obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado, o que equivale a um salário mensal acima de R$1.903,98, incluindo o décimo terceiro.

Devem entregar a documentação, também, aqueles que receberam acima de R$ 40 mil em 2020; quem obteve ganho de capital na venda de bens ou realizou operações na Bolsa de Valores; aqueles que tinham patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado e quem optou pela isenção de imposto de renda de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.

Fonte: Brasil 61

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.