Por Silvia Cunha Em Igreja

Igreja na Malásia inaugura Ano Missionário Extraordinário 2019

Dioceses realizarão diversas atividades


Gaudium Press
Gaudium Press
Dioceses realizarão diversas atividades


No último domingo, dia, a Malásia inaugurou oficialmente o Ano Missionário Extraordinário 2019. Nesse tempo, que se conclui em outubro, todas as Dioceses do país se comprometerão renovar sua Fé e sua vida cristã por meio de um novo zelo missionário em suas respectivas comunidades.

Assim, os Bispos da Malásia acolhem o convite do Papa de se preparar para o Mês Missionário, cujo tema será 'Batizados e enviados. A Igreja de Cristo em missão pelo mundo'.

Na abertura do Ano Missionário Extraordinário, o Presidente da Conferência Episcopal da Malásia, Singapura e Brunei, Dom Sebastian Francis, disse que "como somos batizados, somos Igreja de Cristo, somos chamados a responder ao mandato de Nosso Senhor Jesus Cristo de ir e anunciar o Evangelho a todas as criaturas (Mc 16, 15). A resposta a este mandato de Jesus não é uma opção para a Igreja".

Cada Diocese organizará atividades formativas para ajudar na reflexão e preparação para sair de si mesma. O objetivo é, assim, abordar a missão. Haverá uma peregrinação à Igreja da Assunção em Penang. "Veneraremos as relíquias dos Santos e mártires missionários. Estamos animando as Paróquias a organizar atividades missionárias e atender aos mais necessitados na Diocese", explicou Dom Francis.

Todos os fiéis receberam uma estrela do Ano da Missão que apresenta em seu centro o logotipo do Ano Missionário representando as quatro dimensões do chamado missionário: o encontro com Jesus; o testemunho na missão; a formação missionária; e a caridade missionária.

Na parte posterior da estrela, os fiéis poderão escrever os compromissos pessoais que pretendem cumprir ao longo do Ano Missionário. No Natal, cada batizado devolverá sua estrela e a colocará no presépio, simbolizando o fato de que toda pessoa batizada pode ser, com a graça de Deus, uma estrela brilhante.

O Arcebispo de Kuala Lumpur, Dom Julian Leow, explicou que o Ano Missionário Extraordinário 2019 "nos recorda a responsabilidade de refletir a missão de Deus em cada aspecto da vida e em todos os lugares geográficos, nos chama a compartilhar a vida de Jesus, quer dizer, a pregar, ensinar, sanar, alentar, consolar e viver em obediência à vontade de Deus. Portanto, como Igreja e como indivíduos, vivemos nosso Batismo, proclamando o Evangelho ao mundo".

A população da Malásia é de maioria muçulmana, segundo o censo de 2010, apenas 9,2% da população é cristã, por volta de 2,6 milhões de fiéis.


Com informações de Gaudium Press.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Silvia Cunha, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.