Por Núria Coelho Em Jornal Milícia Sat

Brasileiro endividado deve, em média, R$ 3,2 mil

Valor é bem maior que a renda média do trabalhador, segundo o IBGE, de quase dois mil e 300 reais

Divulgação
Divulgação
Pouco mais da metade dos inadimplentes têm alguma pendência com bancos ou financeiras, como empréstimos e financiamentos


É o que mostra pesquisa do SPC Brasil, em parceria com a CNDL, entidade que reúne os lojistas. O valor é bem maior que a renda média do trabalhador, segundo o IBGE, de quase dois mil e 300 reais.

A maioria dos brasileiros, porém, quatro em cada 10, tem dívidas pequenas, de menos de 500 reais. Por outro lado, um, de cada 10, deve mais de sete mil e 500.

Pouco mais da metade dos inadimplentes têm alguma pendência com bancos ou financeiras, como empréstimos e financiamentos.

O grande destaque negativo do mês de maio, porém, ficou por conta das contas básicas, como as de água e luz. Com alta de 27 por cento, esse foi o tipo de dívida que mais cresceu, na comparação com 2018.

Em nota, os responsáveis pela pesquisa citaram alguns fatores que contribuem para a inadimplência, no País.

Por exemplo: desemprego em alta, perda de renda do trabalhador, o fato de que a melhora esperada da economia ainda não aconteceu, o que afeta a confiança do consumidor e do empresário, e ainda a dificuldade do brasileiro em administrar as próprias finanças. (Rádio2)

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Núria Coelho, em Jornal Milícia Sat

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.