Por Padre Clemilson Teodoro Em O Mílite

A aliança de Deus com o povo

"Vou tomar vocês por meu povo e eu serei o Deus de vocês” (Ex 6,7).

Skive
Skive

A aliança é um compromisso de amor. Quem ama escolhe, se apaixona, se dá a conhecer, caminha junto e ajuda. O Deus da aliança não é um Deus distante. Ele decide habitar no meio de seu povo, presença divina na sua criação.

A Bíblia não tem dificuldade de ensinar que o relacionamento de Deus com o povo é de amor: “foi por amor que vos escolhi” (Dt 7,8). O nosso Deus cria, ama, se compadece, perdoa, renova as promessas para manter sua fidelidade. Oseias foi o profeta que transmitiu a ideia de que a relação de Deus com o povo é como um casamento. O Novo Testamento revela que o rosto de Deus é amor (1Jo 4,8.16).

A primeira aliança de Deus foi estabelecida com Noé: “Eu estabeleço a minha aliança com vocês e com seus descendentes” (Gn 9,9). A segunda aliança foi com Abraão (Gn 12-25), Deus fez uma promessa e ele saiu em busca de uma terra nova; depois Deus fez aliança com Jacó, mantendo a promessa feita a Abraão (Gn 25 e 27).

A aliança do Êxodo é uma releitura das promessas de Deus ao seu povo, numa situação de dura servidão e opressão. A revelação do nome de Deus como aquele que está presente, que “vê a opressão, que ouve o grito de aflição, que toma conhecimento de seus sofrimentos, que desce para libertá-los e fazê-los sair para uma terra espaçosa, onde corre leite e mel” (Ex 3,7-8), é a aliança que permanecerá para sempre na história do povo de Deus. Moisés foi enviado para libertar o povo e levá-lo para a terra onde corre leite e mel, num longo processo em que o povo viu a ação de Deus que ajuda a vencer a escravidão: “Vou tomar vocês por meu povo e eu serei o Deus de vocês” (Ex 6,7). No Monte Sinai, Deus se revela como protetor e salvador do povo libertado. Deus deu normas ao seu povo para ajudá-lo a não cair novamente na escravidão, e esperava a fidelidade. Estas normas são os dez mandamentos. Na bíblia encontramos muitas orações que cantam a beleza dos mandamentos de Deus, caminho seguro para viver a aliança.

Os profetas utilizaram várias imagens para descrever a aliança e reforçar a fidelidade; comparavam Deus com um esposo dedicado, enfatizando com a aliança o amor eterno.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Padre Clemilson Teodoro, em O Mílite

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.