Por Nathalia Silva Em O Mílite

Avós: Mestres na fé

Já parou para agradecer hoje por essas pessoas enviadas por Deus para iluminar sua vida?



Dia dos Avós

"Oi, tudo bem? Você pode ver para mim se a revista do meu neto foi enviada? É que ainda não chegou aqui..."

Não dá para contabilizar quantas vezes a gente acolhe com amor as centenas de vovôs e vovós que presenteiam filhos e netos com as revistas da Milícia da Imaculada. E não pense que este presentão é fruto que vem fácil. Muitas vezes, para cadastrar a família como mílite, estes homens e mulheres, mestres na fé, abrem mão de uma parte suada aposentadoria para doar em favor deles. Coisa de quem ama, sabe?

No dia 26 deste mês, celebramos o Dia dos Avós. Eles realmente são dádivas de Deus e, na maioria das vezes, os primeiros catequistas de seus netos.

Em nossa sociedade, cresce cada vez mais a responsabilidade dos avós na educação das crianças. Pai e mãe saem para trabalhar e, não raramente, deixam os pequenos na casa da vovó ou do vovô. Você tem exemplos assim em sua família? Pois então. Segundo o IBGE, mais de 24% dos lares brasileiros têm os idosos como responsáveis pela educação das crianças e, inclusive, bisnetos.

É claro que além do fator responsabilidade existe também o afeto. Curioso o que um estudo publicado na revista Evolution and Human Behavior revelou: avós que ajudam a cuidar dos netos vivem mais do que aqueles que não têm tanta participação na rotina das crianças. Os motivos para esta conclusão são vários, mas o principal é o fator afetivo mesmo. E cá entre nós: existe algo mais especial do que a fé que passa de geração em geração?

Quando o encontro nossos pequenos mílites e pergunto: "quem ensinou você a rezar?", na maioria das vezes ouço: "a vovó!" E quando mo programa Família Consagrada, a gente acolhe crianças, logo se percebe que a ligação foi feita pela avó, toda feliz por estar colocando os netinhos no caminho de Deus.

Como retribuir a estes mestres na fé? Com nosso amor! Afinal, é isso que mais alegra seus corações. Não existe coisa melhor do que colher o fruto de semente que a gente lançou, não é mesmo? Nossa fidelidade na evangelização, no nosso sim diário a Deus são formas muito especiais de dizer "obrigado" a quem tanto bem nos faz.

Parabéns, vovôs e vovós!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Nathalia Silva, em O Mílite

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.