Por O Mílite Em Catequese Bíblica Atualizada em 06 ABR 2020 - 13H40

Segunda-feira Santa

Professora Dita nos ensina hoje que a Segunda-feira Santa, também conhecida como Segunda-feira das trevas, foi vivida por Jesus em preparação à paixão, de modo intimista




Por Professora Dita Souza, biblista, conferencista e teóloga

Na Segunda-feira Santa, Jesus se dedica, intimamente, a preparar-se a Sua paixão iminente (Cf. Jo 12,1-11).

Jesus descansa em Betânia, revê os amigos na aldeia, conversa com os discípulos, dá-lhes orientações e retorna a Jerusalém.

Esta segunda-feira é de duros momentos também para Sua Mãe, pois eles antecedem as dores de Nossa Senhora. Por isso, a Igreja a chama de segunda-feira das trevas.

Esta segunda-feira é de duros momentos também para Sua Mãe, pois eles antecedem as dores de Nossa Senhora. Por isso, a Igreja a chama de segunda-feira das trevas.

De acordo com Mateus 21, Marcos 11 e Lucas 19, Jesus retorna a Jerusalém. Neste dia, logo de manhã cedo, Ele entrou na cidade santa permanecendo lá até o final da tarde, retornando depois para Betânia.

O Evangelho de São João registra ainda que Ele repreendeu a incredulidade das multidões, e Marcos 11,19 escreve que Jesus voltou para Betânia também nesta noite.

Leia Mais Por que o Domingo de Ramos foi decisivo para Santa Clara?Semana Santa de "lives"Intenção de oração da MI para abrilSemana Santa diferente

De acordo com alguns historiadores, durante o dia, Ele ensinava o povo no Templo sobre o Reino de Deus.

Foi nessa caminhada para Jerusalém que Jesus amaldiçoou uma figueira, porque não tinha frutos (Marcos 11,12-14).

Depois, Jesus chegou ao Templo e expulsou os mercadores, acusando-os de tornar a casa de Deus em um mercado e um lugar de ladrões (Marcos 11,15-17). Quando voltou para Betânia, a figueira amaldiçoada tinha secado.

Os evangelistas citam alguns acontecimentos dos três dias seguintes (terça, quarta e quinta-feira) no Templo:

  • Jesus debateu com os líderes religiosos;
  • Explicou sobre a ressurreição e sobre os mandamentos;
  • Explicou o porquê do povo de Deus ter que pagar os impostos;
  • Ensinou algumas parábolas sobre a salvação e a Parusia (sinais do final dos tempos).

Convidamos você a optar pelo débito automático nesse tempo de quarentena, e, assim ajudar a MI a ser fiel em cumprir seu compromissos mensais:

Consulte o WhatsApp do atendimento ao mílite e veja como é fácil!


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por O Mílite, em Catequese Bíblica

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.