Por O Mílite Em O Mílite

O réprobo que virou Cristóvão

Um dos santos mais populares da história da Igreja é São Cristóvão.




Um dos santos mais populares da história da Igreja é São Cristóvão. Sua vida está envolta na neblina das lendas e nem sempre da história.

Dizem que se chamava Réprobo, esta palavra difícil significa condenado.

Há uma lenda de que era um brutamontes, um gigante que colocava medo em todos os que o viam. Ele tinha um sonho de se colocar ao serviço do rei mais poderoso do mundo. Foi andando na busca deste rei e o encontrou. Diziam que era um rei poderoso, corajoso, mas na verdade uma vez que um cantor, na frente do rei disse que seu nome era diabo, o rei começou a tremer desde os pés à cabeça. Réprobo viu que este não era o rei a quem poderia servir. E foi na busca do diabo, e colocou-se ao serviço do diabo, temido por todos, forte e corajoso. Um dia que estavam caminhando juntos, passaram numa encruzilhada e no meio tinha uma cruz. O diabo começou a tremer e queria fugir e tomar outro caminho. Réprobo achou estranho e perguntou o porquê. O diabo disse que tinha medo mesmo da cruz porque Cristo tinha morrido nela e tinha medo de Cristo. Réprobo se deu conta então que o rei a quem poderia servir não seria de jeito nenhum o diabo, mas Jesus Cristo que fazia fugir até o diabo.

Mas, como encontrá-lo? Sabia que na montanha havia um monge muito amigo de Jesus Cristo e que devia saber como encontrá-lo. Lá se vai Réprobo. O monge lhe indicou que o caminho para encontrar Jesus Cristo era o jejum. Jejuasse e muito, que encontraria Jesus Cristo. Tentou várias vezes, mas a fome brava lhe fazia esquecer o juramento. Aí o monge lhe deu uma penitência: que ficasse à beira do grande rio e que ajudasse a todos a atravessarem o rio. Réprobo aceitou o desafio e por muitos dias não aconteceu nada de nada.

Mas, um belo dia em que o rio estava agitado, apareceu uma criança que queria atravessar o rio. Réprobo colocou em seu ombro a criança como se fosse uma palha. Mas, à medida que ia atravessando o rio, a criança ficava cada vez mais pesada até o ponto que estava quase afundando. Aí ele pediu ajuda a Deus. A criança, que era Jesus, lhe respondeu: “Réprobo, você está carregando o rei do mundo e está ao seu serviço. Eu sou Jesus Cristo”. Réprobo se converteu de verdade e todo mundo começou a chamá-lo de Cristóvão, portador de Cristo.

Sua festa se celebra no dia 25 de julho e os motoristas fazem filas para receberem a bênção de São Cristóvão, para que abençoe o carro, a chave... Mas, na verdade quem precisa de bênção não é o carro, mas sim os motoristas. Todos os motoristas são outros tantos Cristóvãos portadores de Cristo nos próprios carros. E todos nós portamos no nosso coração as pessoas que amamos, somos cristóvãos, portadores de Jesus em nós e nos outros.

Por Frei Patrício Sciadini, carmelita descalço

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por O Mílite, em O Mílite

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.