A Santa Missa

A força de Deus supera o medo

Na Santa Missa desta quinta-feira (24), Frei Sebastião medita sobre estarmos na força de Deus para superarmos nossos medos

Escrito por Frei Sebastião Benito Quaglio

24 NOV 2022 - 14H26

O Frei Sebastião durante a Santa Missa, no Oratório Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe comentou a Primeira Leitura (Ap 18,1-2.4) e o Evangelho de hoje (Lc 21,12-19).

Em sua homília, Frei Sebastião destacou que perante o que nos é apresentado no Evangelho, temos medo em pensar que tudo está terminado. Porém, hoje com as palavras do Papa Francisco sobre essa Leitura, não vamos sentir medo, mas sim esperança.

Assim fala o Papa: “é bom ouvir esta Palavra de encorajamento: erguermo-nos e levantemos a cabeça porque precisamente nos momentos em que tudo parece ter acabado o Senhor vem salvar-nos; esperar por Ele com alegria também no centro das tribulações, nas crises da vida e nos dramas da história. Esperar o Senhor. Como podemos levantar a cabeça e não nos deixar absorver pelas dificuldades, pelos sofrimentos e pelas derrotas? Jesus indica-nos o caminho com um forte apelo: ‘Tende cuidado convosco: que os vossos corações não se tornem pesados. Velai, orando continuamente, porque a força de Deus será a sua vitória. Levantai os olhos não para encontrar o desespero, mas o carinho e a proteção. Se estiverem fiéis a Deus nada de mal vai acontecer na sua vida. Sereis sempre vitoriosos, porque Deus vos ama e nunca vai vos abandonar’.”

Vamos sair dessa visão péssima do medo e substituir com a confiança em Deus. Meus irmãos, isso é um desafio nosso, é um desafio da fé. Quando celebramos a vida mártires, que hoje são dezenas e dezenas, a morte deles não apaga a coragem, o sentido da vida e a esperança deles.

Eles terem dado a vida, não foi a derrota, foi um que coroar a vitória. A morte de Cristo não foi uma derrota.

O pecado sim foi derrotado. A morte de Cristo foi o desabrochar de uma nova humanidade. Não podemos renunciar a tudo o que nos leva a isso. Não vamos ter medo do sofrimento, porque com a força de Cristo até o próprio sofrimento será uma força linda e maravilhosa para mostrar a nossa Ressurreição em Cristo.

Transcrição Marta Romero

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.