13 de Maio de 2020

5ª Semana da Páscoa

Cor litúrgica: Branco | Ano A

At 15,1-6

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 1chegaram alguns da Judeia e ensinavam aos irmãos de Antioquia, dizendo: “Vós não podereis salvar-vos, se não fordes circuncidados, como ordena a Lei de Moisés”. 2Isto provocou muita confusão, e houve uma grande discussão de Paulo e Barnabé com eles. Finalmente, decidiram que Paulo, Barnabé e alguns outros fossem a Jerusalém, para tratar dessa questão com os apóstolos e os anciãos.

3Depois de terem sido acompanhados pela comunidade, Paulo e Barnabé atravessaram a Fenícia e a Samaria. Contaram sobre a conversão dos pagãos, causando grande alegria entre todos os irmãos.

4Chegando a Jerusalém, foram recebidos pelos apóstolos e os anciãos, e narraram as maravilhas que Deus tinha realizado por meio deles. 5Alguns dos que tinham pertencido ao partido dos fariseus e que haviam abraçado a fé levantaram-se e disseram que era preciso circuncidar os pagãos e obrigá-los a observar a Lei de Moisés. 6Então, os apóstolos e os anciãos reuniram-se para tratar desse assunto.

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.

Salmo 121

— Que alegria, quando me disseram: Vamos à casa do Senhor!

— Que alegria, quando me disseram: Vamos à casa do Senhor!

— Que alegria, quando ouvi que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!” E agora nossos pés já se detêm, Jerusalém, em tuas portas.

— Jerusalém, cidade bem edificada num conjunto harmonioso; para lá sobem as tribos de Israel, as tribos do Senhor.

— Para louvar, segundo a lei de Israel, o nome do Senhor. A sede da justiça lá está e o trono de Davi.

Jo 15,1-8

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 1“Eu sou a videira verdadeira e meu Pai é o agricultor. 2Todo ramo que em mim não dá fruto ele o corta; e todo ramo que dá fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto ainda. 3Vós já estais limpos por causa da palavra que eu vos falei. 4Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós não podereis dar fruto, se não permanecerdes em mim.

5Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permanece em mim e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. 6Quem não permanecer em mim, será lançado fora como um ramo e secará. Tais ramos são recolhidos, lançados no fogo e queimados. 7Se permanecerdes em mim e minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes e vos será dado. 8Nisto meu Pai é glorificado: que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão: A Palavra divina realiza o que significa: faz existir, dá vida, purifica. Cristo purifica-nos do pecado e dá-nos vida nova. É Ele que nos une a si e está em nós como princípio de vida. Nisso estão a felicidade e a vida, agora de forma inicial, e depois na plenitude por toda a eternidade. De nossa parte, temos de fazer tudo para não nos separar dele e de sua amizade.

Fonte: Editora Santuário

Somente em Cristo podemos dar frutos verdadeiros

Meus irmãos e minhas irmãs, o batismo de Cristo nos uniu e, com Ele, formamos um só organismo, uma só pessoa. Só por Ele que o cristão é convocado por Cristo a dar frutos para a vinha do Senhor: “Eu sou Cristo, a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor”. Somente Nele podemos dar frutos verdadeiros. Estar longe de Jesus é tornar-se ramo seco, sem vida e sem fruto. Dar frutos significa estar em um relacionamento profundo com Ele e compartilhar do Seu amor dinâmico. Quem ama não fica na passividade. O Pai é glorificado naqueles que o amam e quando Seus filhos se esforçam em viver o Seu ensinamento. Em 1917, a Virgem Maria apareceu a três pastorinhos, Lúcia, Jacinta e Francisco, na cidade de Fátima, em Portugal. Desde então, muitos foram os frutos colhidos e abundantes foram as graças e as bênçãos recebidas. Deus permitiu essa aparição e outras para nos ajudar a viver a fé no Evangelho de Cristo. Também é esse o desejo de Nossa Senhora: “Façam tudo que meu Filho vos disser”. É tão bom ser filho de uma mãe, muito mais quando Ela é a Mãe de Deus. Amemos Nossa Senhora! Para hoje, vamos meditar o sentido da Ressurreição de Cristo que também é a nossa ressurreição e, por ser o Dia Nacional de Denúncia Contra o Racismo, refletir sobre o preconceito e injustiça que causa tanto sofrimento nas pessoas.

Ave Maria...

Viva Nossa Senhora de Fátima! Que Ela nos proteja e nos abençoe sempre. Recebam a bênção de Deus Todo-poderoso Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Padre Chico Silveira, do programa Recado de Vida, da Rádio Imaculada.

Liturgia: 13 de Maio de 2020

Últimas Velas dos Mílites
Vejas as últimas velas que os Mílites acenderam em nosso portal online
  • harmonia

    cvm

  • QUERIDO SÃO FRANCISCO GRATIDÃO ETERNA...

    CARLA

  • QUERIDOS SÃO COSME E SÃO DAMIÃO GRATI...

    CARLA

  • QUERIDA RAINHA DOS MARES IEMANJA GRAT...

    CARLA

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.