Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa

Jesus é a nossa luz

PixaBay
PixaBay


O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv) presidiu hoje a Santa Missa, no Santuário Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (At 12,24-13,5a) e o Evangelho de hoje (Jo 12,44-50).

Em sua homília, Frei Sebastião destaca que a primeira parte da missa é reservada a liturgia da palavra e essa nos ilumina e nos guia a abraçar a segunda parte que é a presença eucarística de Jesus.

Hoje Jesus é visto como luz. Temos que olhar para Ele nesse sentido, que veio para nos ajudar e para nos salvar. A primeira coisa Deus fez foi a luz. À noite fica tudo escuro, temos iluminação artificial, mas que nunca poderá ser comparada com a luz do dia.

À noite, em casa trancamos as portas e as janelas e temos medo de andar por aí no escuro. À noite também parece que tudo fica mais difícil, as doenças, os problemas aumentam, vem a angústia, vem os maus pensamentos e não vemos a hora de ver a luz do dia.

Assim acontece sem Jesus, sem Ele a nossa vida não tem luz, não tem alívio e não tem força. Essa luz que Jesus traz à Sua misericórdia, que não vem para julgar, mas para salvar.

Jesus é aquele que mostra a meta que devemos percorrer. Uma das doenças mais comuns agora é a depressão, que deixa as pessoas angustiadas, sem esperança e muitas vezes, as leva a tragédias.

Ele é a nossa luz, nos tira do escuro, nos motiva, nos alivia dando sentido à nossa vida. Quando temos luz e a misericórdia e não vivemos colados com o pecado, com as coisas erradas.

Já pediu perdão a Jesus? A sujeira a gente não carrega, ninguém deve carregar um saco com lixo nas costas. Tem que se sentir livre dos pecados. Isso é o que Jesus quer, a misericórdia.

Vamos esquecer as coisas erradas e pensar nas coisas bonitas que podemos fazer. Para Deus a importância da nossa vida não é construir um prédio de trinta andares, uma ponte ou uma igreja. Para Deus o importante não são construções grandiosas.

Qual é a alegria de uma criança para os pais? É um sorriso, um abraço, um carinho. Temos que deixar o que não importa de lado e viver a vida como dom de Deus. O mais importante para Deus é que coloquemos amor em tudo que fazemos.

Jesus é a luz para isso, Ele é misericórdia e dá sentido à nossa vida, mesmo que seja uma vida simples e comum. Se quiser uma professora para ensinar tudo isso se lembre da mãe de Jesus, que também é a nossa mãe. Ela nos ensina como viver com Jesus.

Transcrição Marta Romero





Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.