Por Espiritualidade Em Formação

As Sagradas Escrituras

Fonte de vida e caminho para Deus


Divulgação
Divulgação


Por Padre Antônio Bogaz, professor João Hansen, Padre Rodinei Thomazella, Família carismática de São Luís Orione

A Bíblia na história do cristianismo

Os Padres da Igreja (pensadores cristãos do século I ao IV) e os pastores (bispos), iluminados pelo Espírito Santo, desenvolveram as verdades fundamentais de nossa fé, pautados nas inspirações das páginas bíblicas. O Magistério também sempre procurou iluminar os cristãos para que jamais se distanciassem de suas orientações fundamentais e, assim, não se corrompessem em heresias e em falsos ensinamentos.

Na Sagrada Escritura encontramos os elementos fundamentais da história dos dogmas e dos sacramentos. Os pastores da Igreja, durante muitos séculos, preocupados com os desvios doutrinais que invadiam os quintais da Igreja e provocavam muitas divisões, distanciaram os fiéis da Bíblia. Assim, a Igreja, talvez por excesso de zelo, evitou que os leigos, em geral, se aproximassem muito da Palavra de Deus. Por isso, os vitrais, as pinturas e as imagens dos templos ficaram conhecidos como “a Bíblia dos pobres”.

Resgate da Bíblia

Na década de 1960, com o Concílio Vaticano II, a Igreja reconheceu que é muito importante preparar os fiéis para adentrar os textos bíblicos e saber fazer o devido discernimento. A pastoral da Igreja sabia que é importante estudar as fontes e as linguagens dos textos para não se perder em orientações de grupos radicais fundamentalistas ou de grupos laxistas, que transformam a Palavra de Deus em ideologias com interesses particulares e políticos.

Neste intuito, o Concílio Vaticano II escreveu uma Constituição Dogmática chamada Dei Verbum, que significa “Verbo de Deus”, mostrando a importância e a grandeza da revelação divina na vida dos fiéis para que eles pudessem conhecer e aprofundar, através de estudos bíblicos, o verdadeiro significado da Palavra de Deus. Aos poucos, foram aparecendo Círculos Bíblicos em que os fiéis se reuniam com grande simplicidade para estudar a Palavra de Deus e viver os seus ensinamentos.

Ler e rezar a Palavra de Deus

Para fortalecer o conhecimento da Palavra de Deus, a Igreja iniciou uma grande campanha dedicando o mês de setembro à Bíblia. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil apresenta a cada ano um tema para estudo e reflexão. Para este ano propõe a leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas, com o lema: “Todos vós sois um só em Cristo Jesus” (Gl 3,28). Nas páginas formidáveis da Bíblia Sagrada, reconhecemos a grandeza de Cristo que é caminho, verdade e vida (Jo 14,6).

Nunca nos esqueçamos de que a Palavra de Deus é uma fonte inesgotável de sabedoria, santidade, profecia e admoestação. Amados em Cristo, tomemos a Bíblia nas mãos e estaremos seguros de que através de seus poemas e parábolas descobrimos o verdadeiro rosto de Deus, que é um rosto de compaixão, de caridade, bondade e justiça.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Espiritualidade, em Formação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.