Por Espiritualidade Em Formação Atualizada em 14 MAI 2020 - 20H14

Santo Rosário com Frei Kolbe

Experimente meditar o Santo Rosário com o auxílio desses escritos de São Maximiliano Maria Kolbe, santo e mártir, fundador da Milícia da Imaculada




“Em Lourdes, a Imaculada reza a coroa do Rosário e encoraja assim Bernadete a recitá-lo com Ela. É um modo profundo para ensinar como devemos aprofundar os mistérios de Jesus, da sua vinda no mundo até a coroação, como Rainho do céu, daquela que foi sua Mãe. Pois bem, se desejamos elevar-nos até conhecê-la, até enamorar-nos por Jesus, devemos deter-nos para meditar estes mistérios em união com Ela, sussurrando e repetindo incessantemente a Ave-Maria ” (Escrito 1297)

Em sua encíclica Rosarium Virginis Mariae (16 de outubro de 2002, 85º aniversário de fundação da Milícia da Imacualda), São João Paulo II ensina que a oração do Rosário, amada por numerosos santos, continua, no terceiro milênio, uma oração de grande significado e destinada a produzir frutos de santidade.

Ainda que caracterizada pela fisionomia mariana, o Santo Rosário é uma prece cristocêntrica, ou seja, nela, meditam-se 20 mistérios da redenção humana operada por Cristo, desde a Sua encarnação à Coroação de Sua Mãe Maria.

A cadência ritmada das orações favorecem a meditação dos episódios da vida de Cristo que levam "o povo cristão a frequentar a escola de Maria, para deixar-se introduzir na contemplação da beleza do rosto de Cristo e na experiência da profundidade de seu amor" (RVM 1).

Essa oração é dirigida ao Pai, louvando-o pela encarnação, paixão, ressurreição e ascensão do Filho, que nos envia o Santo Espírito e nos deixa Sua Mãe como modelo de discípulo, medianeira e protetora na trilha da vida terrena.

Aqui você encontra um guia simplificado da oração do Rosário.

A seguir, você terá conhecerá 20 trechos de escritos de São Maximiliano Maria Kolbe, que podem ser acrescentados ao anunciar cada mistério, antes de rezá-lo:

Antes de iniciar a oração:

"Em Lourdes, a Imaculada reza a coroa do Rosário e encoraja assim Bernadete a recitá-lo com Ela. É um modo profundo para ensinar como devemos aprofundar os mistérios de Jesus, da sua vinda no mundo até a coroação, como Rainho do céu, daquela que foi sua Mãe. Pois bem, se desejamos elevar-nos até conhecê-la, até enamorar-nos por Jesus, devemos deter-nos para meditar estes mistérios em união com Ela, sussurrando e repetindo incessantemente a Ave-Maria" (Escrito 1297).

Após o primeiro Pai-Nosso, em louvor à Santíssima Trindade:

Louvor à Santíssima Trindade:
"Adoro-vos, ó Pai nosso celeste, porque depuseste no seio puríssimo de Maria o vosso Filho Unigênito.
Adoro-vos, ó Filho de Deus, porque vos dignastes entrar no seio de Maria e vos tornastes verdadeiro, real Filho seu.
Adoro-vos, ó Espírito Santo, porque vos dignastes formar no seio Imaculado dela o corpo do Filho de Deus.
Adoro-vos, ó Trindade Santíssima, ó Deus Uno na Santa Trindade, por terdes elevado a Imaculada de um modo tão divino.
E não cessarei jamais, todos os dias, apenas desperto do sono, de adorar-vos humildemente, ó Trindade divina, com a face em terra, repetindo três vezes: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espirito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém" (Escrito 1305).

Mistérios Gozosos:

Primeiro Mistério Gozoso - A Anunciação do Arcanjo a Virgem Maria:

Maria acolhe a vontade do Pai: é a Virgem da obediência livremente amada.

"Ela (a Imaculada) é a criatura de Deus, propriedade de Deus, semelhança de Deus, no modo mais perfeito possível a um ser meramente humano. Ela é instrumento de Deus. Com plena sabedoria se deixa voluntariamente conduzir por Deus, se conforma à Sua vontade, deseja somente aquilo que Ele quer, opera segundo a Sua vontade e isto do modo mais perfeito possível... no perfeito uso das faculdades e dos privilégios a Ela concedidos, para cumprir sempre em tudo, unicamente e exclusivamente a Vontade de Deus, por amor a Deus uno e Trino" (Escrito 1320).

Segundo Mistério Gozoso - A visitação de Nossa Senhora a Isabel

Maria leva Jesus: é a Virgem orante e a primeira missionária.

"A Imaculada deseja estender à humanidade inteira os frutos da redenção operada pelo seu Filho. O seu único desejo é elevar o nível da nossa vida espiritual até às veias da santidade. A Imaculada não realiza diretamente, Ela mesma, estes projetos de ação apostólica; e antes procura envolver a nós nesta atividade. Consequentemente, a condição essencial é oferecer-se como propriedade à Imaculada. Somente então - quando formos perfeitamente obedientes à Imaculada - nos tornaremos um instrumento exemplar nas suas mãos apostólicas" (Escrito 1220).

Terceiro Mistério Gozoso - O nascimento de Jesus em Belém

Maria adora o Filho de Deus é a Virgem Mãe.

"Deixa que vos diga alguma palavra hoje mesmo, festa da Maternidade da Santíssima Virgem Maria. Ela foi, é, e será sempre para nós todos a Mãe mais afetuosa: durante a vida, no momento da morte e por toda a eternidade. Recordemos sempre esta verdade, sobretudo nas dificuldades externas e também naquelas interiores, que são bem mais duras. Todavia, se vós não colocardes de fato a confiança em vós mesmos, mas unicamente e totalmente na Imaculada, Medianeira de todas as graças, então vencereis sempre e seguramente" (Escrito 744).

Quarto Mistério Gozoso - A Apresentação de Jesus no Templo

Maria oferece o Filho: é a Virgem da oferta total e do Dom de si mesma.

"Porque Ela (A Imaculada) é propriedade de Jesus de modo perfeitíssimo, enquanto Jesus é Deus e propriedade do eterno Pai, cada oferta nossa, também é endereçada ao eterno Pai, pela natureza das coisas, se purifica na Imaculada, se eleva a uma perfeição infinita em Jesus e torna-se objeto de satisfação da Santssima Trindade" (Escrito 1301).

Quinto Mistério Gozoso - O encontro de Jesus no Templo

Maria encontra Jesus: é a origem dos acontecimentos incompreensíveis, aceitos com a disponibilidade de um coração contemplativo.

"Vem então o Redentor no mundo, O Homem-Deus, Jesus, que deu inicio à Sua missão, pôs-se a ensinar o caminho para o Céu, colocando-se dependente da Imaculada, como um filho nos confrontos da própria mãe, cumprindo o quarto mandamento, ao longo dos trinta anos da sua permanência sobre a terra, honra a própria Mãe e se põe ao seu direto e completo serviço, para cumprir a Vontade de Deus Pai. E, daquele momento em diante, ninguém pode tornar-se semelhante a Jesus se, querendo imitá-lo, não venera a Imaculada" (Escrito 1293).

Mistérios Luminosos

Primeiro Mistério Luminoso - Batismo de Jesus no Jordão

"Para que a vossa fé não se baseasse na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus". (2 Cor 5,21)

"Existem tantas almas transviadas, enganadas, sedentas, infelizes, escravas do demônio que gemem e não são capazes nem ao menos de reconhecer a própria miséria e estupidez... Bela missão, pela qual vale a pena viver, sofrer, trabalhar e também morrer (queira o céu que seja como mártir). Assim vivendo, nos santificaremos também nós, seremos como as vitimas consumadas pelo ardor do amor sempre operoso" (Escrito 31).

Segundo Mistério Luminoso - Jesus nas Bodas de Caná

"Fazei tudo o que Ele vos disser" (Jo 2,5)

"O que podemos pedir então Àquela que é exaltada acima de todas as criaturas terrestres e celestes, que foi feita a Mãe de Deus e reina eternamente no Paraíso? Ela é a rainha do céu e da terra, é a medianeira de todos nós, através das suas mãos decorre sobre a terra cada graça. O que devemos pedir-te, o ilustríssima e dulcíssima Senhora? Sim, ó Rainha, nós te pedimos com todo o coração e com toda a alma que tomes posse o mais rápido possível e de modo total dos nossos corações e dos corações de todos e cada um sem exceção. Reina sobre todos nós e em todos nós, e reina não somente durante esta nossa peregrinação terrena, mas também por todos os séculos dos séculos!" (Conferências de São Maximiliano Kolbe 1037).

Terceiro Mistério Luminoso - Anúncio do Reino de Deus

"Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo, fazei penitência e crede no Evangelho" (Mc 1,15)

"Quem é consagrado à Imaculada de modo verdadeiramente perfeito, já alcançou a santidade e quanto mais perfeitamente se deixa conduzir por Ela na vida interior (espiritual) e na vida exterior (a atividade apostólica) tanto mais participa da santidade dela. Por isso, um membro de Niepokalanów (um mílite da Cidade da Imaculada polonesa), para imitar a Imaculada, do mesmo modo como Ela imitou Jesus, limita as próprias necessidades pessoais às coisas extremamente indispensáveis, não procurando nem comodidade, nem divertimento, mas, de tudo, ele se serve somente do que lhe é necessário e suficiente, com o objetivo de conquistar o mais rápido possível o mundo inteiro e todas as almas para a Imaculada" (Escrito 339).

Quarto Mistério Luminoso - Transfiguração de Jesus

"Então da nuvem saiu uma voz: Este é o meu Filho muito amado; ouvi-o!" (Lc 9,35)

"E verdade que o único Mediador junto ao Pai é o Filho Encarnado, Jesus Cristo. Deus e homem ao mesmo tempo, através do qual as nossas homenagens ao Pai de humanas tornam-se divinas, de limitadas adquirem um valor infinito e de tal modo tornam-se realmente dignas da majestade do Pai.
É verdade que nós amamos o Pai no Filho, em Jesus Cristo e a Ele nós devemos oferecer todo o nosso amor, para que nele e através dele o Pai receba todo o nosso amor.
Não obstante isso, é mesmo verdade que os nossos atos, também os mais santos têm defeitos e, se queremos oferecê-los a Jesus Cristo puros e sem mancha, devemos dirigi-los diretamente somente à Imaculada e doá-los a Ela como propriedade, a fim de que Ela ofereça como seus ao Filho seu. Então estes nossos atos se tornarão puros, imaculados. Além disso tendo recebido um valor infinito por meio da divindade de Jesus, adorarão dignamente o Pai" (Escrito 643).

Quinto Mistério Luminoso - Instituição da Eucaristia

"Tenho desejado ardentemente comer convosco esta Páscoa, antes de sofrer" (Lc 22,15)

"Quem ousaria supor que Tu, ó Deus infinito, eterno, me amaste há séculos, ou ainda antes dos séculos?
Desceste do céu, das mais puras delícias do Paraíso para esta terra contaminada e plena de lágrimas... O teu Coração não consentia ver nutrindo-me unicamente das lembranças do teu incomensurável amor.
Permaneceste nesta desprezível terra no admirável Santíssimo Sacramento do altar e então vens a mim e te unis comigo, estreitamente, sob a forma de alimento...
Agora, o teu Sangue já corre no meu sangue, a tua Alma, ó Deus encarnado, penetra a minha alma, fortalecendo-a e alimentando-a. Que maravilha! Quem ousaria supor?
Que coisa poderias dar-me então, ó Deus, depois de terdes te oferecido a mim como propriedade?..." (Escrito 1145).

Mistérios Dolorosos

Primeiro Mistério Doloroso - Jesus no Horto das oliveiras

"Nos deu tudo" (2 Pedro 1,3)

"Em cada coisa, então, não esqueçamos de repetir com Jesus no Horto das oliveiras: "Seja feita não a minha, mas a tua vontade (Lc 22,42). E se, como acontece no Horto das Oliveiras, Deus achará oportuno não realizar o nosso pedido e enviar-nos um cálice para beber até a última gota, não esqueçamos de que Jesus não somente se ofereceu, mas depois ressuscitou gloriosamente. Recordemo-nos, além disso, que somos prometidos para a ressurreição também através do sofrimento" (Escrito 1264).

Segundo Mistério Doloroso - Jesus é flagelado atado à coluna

"Tudo posso naquele que me dá força" (Fil 4,13)

"Quando pois, nos encontramos em uma dificuldade que não conseguimos superar, ou ainda alguma tentação começa a atormentar-nos com insistência, não percamos o ânimo, mas dirijamo-nos sempre a Ela com plena confiança, como os filhos à mãe, e Ela infundirá em nós a luz e a força necessárias, nos aconchegará ao seu Coração e adoçará as maiores amarguras. Não existe no mundo um lugar sem cruzes, mas também, se estas não existissem, não teríamos nem ao menos a possibilidade de ganharmos o Paraíso. Por isso, não fujamos da cruz, mas, se for necessário tomá-la sobre os ombros, levemo-la de bom grado por amor à Imaculada" (Escrito 751).

Terceiro Mistério Doloroso - Jesus é coroado de espinhos

"Os insultos daqueles que vos ultrajaram caíram sobre mim" (SI 69,10)

"Eu tenho medo dos sofrimentos e sobretudo das humilhações, mas me alivio pensando que nem ao menos Jesus no horto das oliveiras quis provar um sentimento diferente. As graças são alcançadas no momento no qual necessitamos" (Escrito 373).

Quarto Mistério Doloroso - Jesus a caminho da Cruz

"Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus... esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. (FiI 2,5-7).

"Estupendo aquele caminho, o verdadeiro caminho régio (isto é, o caminho da cruz) que leva diretamente ao Céu. O amor se inflama sempre mais caminhando atrás destes espinhos. Reza para que eu o siga" (Escrito 42).

Quinto Mistério Doloroso - Agonia e morte de Jesus na cruz

"Na verdade, julgo como perda todas as coisas, em comparação com esse bem supremo: o conhecimento de Jesus Cristo" (Fil 3,8)

"Atrair as almas e transformá-las nele (em Jesus) mediante o amor, Cristo manifestou o próprio amor ilimitado, o próprio Coração inflamado de amor pelas almas, um amor que o impulsionou a subir na Cruz, a permanecer conosco na Eucaristia e a entrar nas nossas almas, e a deixar-nos em testamento a própria Mãe como nossa mãe" (Escrito 1296).

Mistérios Gloriosos

Primeiro Mistério Glorioso - A Ressurreição de Jesus

"Sede alegres na esperança, fortes nas tribulações, perseverantes na oração, solicitos pelas necessidades dos irmãos"(Rm 12,12)

"Caríssimos filhos, nas dificuldades, nas trevas, nas debilidades, nos desencorajamentos, recordemo-nos que o Paraíso... o Paraíso está se aproximando. Cada dia que passa é um dia inteiro a menos de espera.
Coragem, então! Ela nos espera lá para nos apertar ao Coração. Além disso, não dê importância ao diabo, que a qualquer momento quiser fazer-vos crer que o Paraíso existe, mas não para vós; mesmo que tivésseis cometido todos os pecados possíveis, um só ato de amor perfeito lava tudo ao ponto de não permanecer nem ao menos uma sombra" (Escrito 509).

Segundo Mistério Glorioso - A Ascensão de Jesus ao Céu

"Esquecendo do passado e atirando-me ao que resta para a frente, persigo o alvo, rumo ao prêmio celeste, ao qual Deus nos chama, em Jesus Cristo" (Fil 3,13-14)

"Esta vida passará e então iniciará a nossa verdadeira recompensa. Nada, nem ao menos o menor cansaço, nem ao menos o menor sofrimento, envolvidos pela glória de Deus, rapidamente teremos uma abundante recompensa, e isto por toda a eternidade...
Deus recompensará não somente aquilo que teremos feito, mas também aquilo que desejariam ter feito, mas que não tivemos a força suficiente para fazê-lo.
Desejai, então, mas desejai sem limites!" (Escrito 1248).

Terceiro Mistério Glorioso - O Pentecostes

"Nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito de Deus para conhecer tudo aquilo que Deus nos doou" (1Cor 2,12)

"Também depois da morte de Cristo o Espírito Santo opera cada coisa em nós através de Maria. De fato, aquilo que o Criador disse à serpente: "Ela te esmagará a cabeça" (Gn 3,15) deve ser entendido sem a limitação de tempo. É dever do Espírito Santo formar até o fim do mundo os novos membros predestinados ao Corpo místico de Cristo. Mas, como o beato Luís Grignion demonstra, que esta obra é completada por Maria, em Maria e através de Maria" (Escrito 1229).

Quarto Mistério Glorioso - A Assunção de Maria ao Céu

"Ele há de vos confirmar até o fim, para que sejais irrepreensíveis no dia do nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é Deus, por quem fostes chamados à santidade de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor" (1Cor 1,8-9)

"A Imaculada é o limite último entre Deus e a criação. Ela é a imagem fiel da perfeição de Deus, da Sua santidade. O grau de perfeição depende da união da nossa vontade com a Vontade de Deus. Quanto maior é a perfeição, tanto mais estreita é a união. Porque a Mãe santíssima superou com sua perfeição todos os anjos e os santos, por isso também a sua vontade é unida e, no modo mais estreito, com a Vontade de Deus. Ela vive e opera unicamente em Deus e meio de Deus" (Escrito 1232).

Quinto Mistério Glorioso - Maria é coroada Rainha do Céu e da Terra

"Não vos inquieteis com nada! E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações, vossos pensamentos, em Cristo Jesus" (Fil 4,6-7)

"O que podemos pedir então Àquela que é exaltada acima de todas as criaturas terrestres e celestes, que foi feita a Mãe de Deus e reina eternamente no Paraíso? 

Ela é a Rainha do céu e da terra, é a medianeira de todos nós, através das suas mãos, decorre sobre a terra cada graça. O devemos pedir-te, ó ilustríssima e dulcíssima Senhora? Sim, ó Rainha, nós te pedimos com todo o coração e com toda a alma que tomes posse o mais rápido possível e de modo total dos nossos corações e dos corações de todos e cada um sem exceção. Reina sobre todos nós e em todos nós e reina não somente durante esta nossa peregrinação terrena, mas também por todos os séculos dos séculos!" (Escrito 1037).

No momento do agradecimento, antes da Salve-Rainha:

Oremos:

"Sob a tua proteção, ó Mãe dulcíssima, e com a invocação do mistério da rua Imaculada Conceição, desejo cumprir todas as minhas ações e suportar tudo aquilo que me caberá. Além disso, proponho solenemente oferecer fielmente tudo isto com o objetivo de dar a minha contribuição, com todas as energias e minha disposição, para render a Deus o culto devido, mediante a difusão da devoção a Ti.
Peço-te, portanto, ó Mãe amorosíssima, estender, benigna, o teu sustento aos meus cansaços.
Da minha parte, prometo, devotadamente e livremente, como é justo, reconhecer como obtido de Deus pela tua intercessão qualquer que sejam os favores desta minha atividade.
Concede-me louvar-te, ó Virgem santíssima, e dá-me força contra os teus inimigos" (Escrito 1353).

Após a Salve Rainha:

Consagração a Nossa Senhora

Virgem Imaculada, Minha mãe Maria, eu renovo hoje e sempre a consagração de todo o meu ser. Para que disponhais de mim para o bem de todos. Somente peço, que eu possa, minha Rainha e Mãe da Igreja, cooperar fielmente com a vossa missão de construir o Reino do Vosso Filho Jesus no mundo. Para isso, vos ofereço minhas orações sacrifícios e ações. Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós, e por todos quantos não recorrem a Vós, especialmente pelos inimigos da Santa Igreja e por todos quantos são a vós recomendados.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Espiritualidade, em Formação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.