Noticias

Planos de saúde: usuário pode reclamar se tratamento for interrompido

Em maio, a ANS autorizou reajuste de até 15,5% nos planos, o mais alto da história

Escrito por Vladimir Ribeiro

17 JUN 2022 - 10H05

Divulgação

Usuários de planos de saúde que tenham tratamentos interrompidos após a decisão que tornou taxativo o rol de procedimentos tem um novo canal de reclamações. A Associação Paulista de Medicina disponibilizou o telefone 0800 017 3313 e o e-mail sospacienteplano@apm.org.br.

No último dia 08, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que o rol de procedimentos cobertos pelos planos de saúde é taxativo, ou seja, restrito à lista da a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O Conselho Nacional de Saúde afirma que a decisão pode causar prejuízo à saúde de quase 50 milhões de pessoas. A Federação Nacional de Saúde Suplementar diz que o rol é sempre atualizado pela ANS e que o rol taxativo assegura a sustentabilidade do setor.

Em maio, a ANS autorizou reajuste de até 15,5% nos planos, o mais alto da história.

Fonte: Radioagência Nacional

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Noticias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.