Por Erika Carotta Em Mãezinha do Céu Atualizada em 24 SET 2019 - 11H44

Nossa Senhora da Salete

"Os justos sofrerão muito. Suas orações, sua penitência e suas lágrimas subirão até o céu e todo o povo de Deus pedirá perdão e misericórdia. E pedirá minha ajuda e intercessão", disse Nossa Senhora da Salete a Melânia e Maximino




Dominica é uma pequena ilha vulcânica das Pequenas Antilhas, que fica entre Martinica e Guadalupe, na América Central. Aquele pequeno país de pouco mais de 100 mil habitantes só obteve sua independência política em 1978.

Inicialmente colonizada pelos espanhóis, foi no século XVI invadida e dominada por piratas franceses. A devoção a Nossa Senhora da Salete foi herdada, portanto da França, no século XIX.

Nossa Senhora da Salete apareceu na pequenina vila de Salete, nos Alpes franceses, a dois jovens pastores, Melânia e Maximino, no dia 19 de setembro de 1846. Ela surgiu em uma bola de fogo “que mais parecia um sol caído na terra”. Aos dois pastores mirins, deslumbrados e paralisados, a Virgem com fisionomia triste, deu mensagens para que eles as transmitissem aos outros. Recomendou muita oração, mais espiritualidade, submissão à vontade divina, e houve mesmo ameaçadoras profecias aos que não se regenerassem. Ao final, a Virgem recomendou aos dois pastores que levassem a sua mensagem a todos, e foi elevando-se “em um raio de luz que chegava até o céu”. Esse fenômeno foi minuciosamente estudado pela Igreja, que finalmente o abonou, dando a aparição como “autêntica, indubitável e certa”, pelo bispo de Grenoble, Dom Felisberto de Bruillard.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Erika Carotta, em Mãezinha do Céu

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.