Perfume de Francisco

Aguardamos pacientemente a vontade de Deus

Quantos de nós aguardamos pacientemente a vontade de Deus?

Rodrigo

Escrito por Rodrigo Vasconcellos

23 NOV 2021 - 00H00

homem-sentado-igreja

Após enviar seus irmãos dois a dois em direções diversas, Francisco desejou revê-los e isso o fez rogar à Deus, pois era a única forma de reuni-los.

"Porém, pouco tempo decorrido, desejando Francisco voltar a vê-los, rogou ao Senhor, que é quem reúne os filhos dispersos de Israel, se dignasse em Sua misericórdia juntá-los a todos sem demora".

Hoje, nós, com tantos meios de comunicação, conectados uns aos outros, provavelmente não teríamos paciência para esperar a vontade de Deus. Espere um pouco, isso seria o kairós, não é mesmo? Mas, quantos de nós realmente aguardamos pacientemente?

Claramente, na nossa sociedade atual nos tornamos ansiosos e aflitos, confrontamos a nossa razão, pois em um momento estamos revivendo o passado e no seguinte sofremos preocupados com o futuro. Dessa forma, fica claro que possivelmente não conseguiríamos aguardar como Francisco, quando rogou à Deus.

"E assim sucedeu, segundo os seus desejos: a breve trecho, sem que ninguém os chamasse, estavam todos de volta e davam graças a Deus. Tomando juntos a refeição, celebravam calorosamente a ventura de tornarem a ver o piedoso pastor, e deveras se maravilharam de haverem acertado todos no mesmo pensamento".

Para finalizar, eu quero te perguntar, caro leitor, caso venha a aguardar ansiosamente a resposta de Deus a um pedido teu: esperaria confiante de que este pedido fosse realizado a qualquer custo, ou aceitaria caso não ele não se concretizasse? Ou ainda, se acaso realizado fosse, como seria a tua comemoração?

Francisco já nos ensinava há mais de 800 anos a aguardar o kairós e a comemorar todas as vitórias, ainda que sejam apenas passos rumo ao objetivo da missão.

Comente sua opinião. Como você busca ser melhor a cada dia seguindo a Palavra e os ensinamentos de São Francisco de Assis?

O livro utilizado como base: A Vida de São Francisco de Assis – São Tomás de Celano

Escrito por
Rodrigo
Rodrigo Vasconcellos

Formado em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), Rodrigo Vasconcellos, de 31 anos, nasceu em Santo André e atualmente mora na cidade de Atibaia. Estudante do catolicismo, nascido e criado em paróquia Franciscana, hoje ele busca viver intensamente seus dias refletindo a espiritualidade e vida de São Francisco de Assis. Sua frase preferida é: "A simplicidade não está nas coisas, mas em você"

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Espiritualidade, em Perfume de Francisco

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.