Por Vladimir Ribeiro Em Brasil

Vacina pentavalente será suspensa nos postos públicos até novembro

Primeiros problemas com a vacina foram identificados no início deste ano

Divulgação
Divulgação
País consumo 800 doses da vacina por mês


O fornecimento da vacina pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e hemófilo B, será interrompido até novembro na rede pública de saúde.

Segundo o Ministério da Saúde o produto, que era importado da Índia, foi reprovado. Os primeiros problemas com a vacina produzida pela Biologicals foram identificados no início deste ano.

Em junho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a importação e a falta do imunizante já é sentida em vários postos do Sistema Único de Saúde (SUS).

O Ministério da Saúde já autorizou a compra de vacinas de outros fornecedores, mas a entrega dos primeiros lotes deve começar em novembro. O Brasil consome, mensalmente, cerca de 800 mil doses da vacina.

Em outubro, ocorre a campanha nacional de imunização contra o sarampo, época em que as carteiras de vacinação deveriam ser atualizadas, inclusive com aplicação da pentavalente.

Da Rádio 2

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.