Sede Santos

Santa Luísa de Marillac: mãe e missionária

Vamos conhecer mais uma santidade feminina que fez um caminho de fé admirável em prol dos irmãos necessitados

Escrito por O Pequeno Mílite

09 MAI 2022 - 15H29 (Atualizada em 09 MAI 2022 - 17H11)

Vamos conhecer Luísa de Marillac, que nasceu na França em 1591. Com apenas 4 anos de idade, ela foi confiada à responsabilidade das Irmãs Dominicanas. No convento, Luísa encontrou um ambiente amoroso, aprendendo a ler, escrever e, principalmente, conhecer a Deus.

Ao ficar adulta, ela quis realizar o seu sonho de criança de se tornar uma missionária. Mas isso não foi possível porque era muito frágil de saúde.

Após estes fatos e como era costume da época, a sua família escolheu um noivo para ela e, aos 22 anos, Luísa se casou com Antônio.

Logo em seguida ao casamento, Luísa se tornou mãe do pequeno Miguel. Mas, a futura santa continuava a sentir que não era aquela a sua verdadeira vocação. Porém, como esposa e mãe carinhosa, dedicou-se à família com amor. Com espírito de sacrifício cuidou do marido, gravemente adoentado, que chegou a falecer após 13 anos de matrimônio. No dia de Pentecostes, Luísa estava rezando e sentiu que deveria fazer os votos de pobreza, castidade e obediência para ajudar os outros.

No ano seguinte do falecimento do esposo, ela encontrou Padre Vicente, que conhecemos hoje como São Vicente de Paulo, e juntos começaram a servir aos últimos, excluídos e marginalizados.

Vicente, que era um sacerdote dinâmico, criou em Paris e nas aldeias vizinhas as “Confrarias da Caridade”. Padre Vicente confiou a Luísa e a outras jovens esse projeto inovador. Dessa forma, nasceram as “Filhas da Caridade”.

Os mosteiros das “monjas sem clausura” eram as casas dos enfermos, as celas, um quarto alugado, a capela, a igreja ou as ruas da cidade. Luísa se dedicou com amor a esta missão e testemunhou para outras jovens que servir aos pobres é servir a Cristo. Luísa de Marillac foi beatificada pelo Papa Bento XV, canonizada pelo Papa Pio XI e proclamada “Padroeira das obras sociais”.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por O Pequeno Mílite, em Sede Santos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.