Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa

A estrela da fé

Na Santa Missa desta segunda-feira (03), Frei Sebastião medita sobre Nossa Senhora ser a estrela da nossa fé

Divulgação
Divulgação


O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Oratório Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (1Jo 3,22-4,6) e o Evangelho de hoje (Mt 4,12-17.23-25).

Frei Sebastião destaca que a estrela movimentou os magos a percorrer uma grande distância para ver o menino Jesus, que havia nascido em Belém. De uma forma misteriosa eles foram avisados do nascimento do Rei dos Judeus, o messias, o Salvador.

A estrela os guiou onde estava a Sagrada Família. Todos nós tivemos uma estrela na nossa vida. A estrela é a motivação da fé, que nos levou a ter fé. Nossa Senhora é a melhor estrela que quer levar a todos a Jesus.

Nós estamos aqui nesta obra maravilhosa, a Milícia da Imaculada. Maximiliano Kolbe teve uma revelação muito bonita sobre Nossa Senhora e o ideal dele é para conquistar toda humanidade a Cristo, pela Imaculada.

Ele encontrou essa estrela que brilhou e o fez dar um grande impulso na evangelização e nos deixou essa herança. Eu abracei esse carisma, eu disse sim a ele. Eu quero que essa estrela possa despertar toda a humanidade para o rumo certo que leva a Jesus.

Nossa Senhora é a estrela da evangelização que quer chamar todos para o caminho certo que leva a Jesus. Estamos aqui nesse ambiente de evangelização, então façamos que essa epifania, aconteça nesse novo ano para que seja um ano de despertar, de caminhar e de conquistar.

Não vamos deixar esse ano ficar igual o que passou, que teve a sua beleza, mas não podemos estagnar, temos que avançar e ninguém diga que está envelhecendo porque ninguém envelhece com amor, as pessoas crescem e não envelhecem, o sol não envelhece, porque sempre ele é uma realidade vital para nós.

Vamos desabrochar e a nossa identidade maravilhosa de filhos de Deus, nos deixando guiar por essa estrela que é Nossa Senhora. Isso que estou falando não é poesia, é real porque temos uma meta a atingir, não podemos dizer que encontramos Jesus, se não o fizermos juntos com toda a humanidade.

Vamos olhar para o mundo não com pessimismo, com espírito de conquista, de amor e de motivação para a vida. Que nos leva a viver com alegria e amor. Veja essa pandemia, quantas pessoas morreram, e nós estamos ainda aqui. Temos que olhar para frente e ser essa estrela que leva a Jesus.

Transcrição Marta Romero

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.