Por Vladimir Ribeiro Em Brasil

Médicos pelo Brasil vai priorizar atendimento em regiões mais carentes

Profissionais cubanos poderão atuar no programa por dois anos

Diviulgação
Diviulgação
Texto-base que institui o programa foi aprovado há alguns dias no Senado,


O programa do governo federal Médicos pelo Brasil poderá ter a participação de profissionais cubanos e pretende priorizar regiões carentes. O texto-base que institui o programa foi aprovado há alguns dias no Senado, após receber aval da Câmara dos Deputados.

A Medida Provisória permite reincorporar médicos que ficaram no País depois do encerramento do convênio com Cuba e o fim do Mais Médicos, em novembro do ano passado.

Os profissionais cubanos poderão atuar no programa por dois anos, após passar pelo processo de revalidação do diploma de medicina obtido em universidade do exterior.

O projeto amplia o número de médicos que vão trabalhar em áreas mais carentes, sendo que 55% serão contratados para atuar nas regiões Norte e Nordeste.

O texto também define novos critérios para a realocação dos profissionais, que serão selecionados para duas funções: médicos de família e comunidade e tutor médico. Para entrar em vigor, a proposta ainda depende de sanção presidencial.

Da Rádio 2

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.