Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa Atualizada em 05 AGO 2020 - 16H54

Insistência na fé

Confira na íntegra a homilia do Frei Sebastião desta quarta-feira em que o sacerdote comenta a passagem da mulher da Cananéia (Mt 15,21-28)




Hoje é o primeiro dia da novena de São Maximiliano Kolbe e também fazemos memória à Dedicação da Basílica Santa Maria Maior. Depois que em Éfeso, foi proclamada Nossa Senhora, Mãe de Deus, foi construída em Roma a primeira igreja, chamada Basílica, dedicada a Nossa Senhora. Essa Basílica Maior além de ser a primeira é a mais importante dedicada a Nossa Senhora.

No Evangelho de hoje, parece que Jesus é um pouco ríspido, mas não. Jesus quis mostrar a importância da fé e da perseverança.

Hoje pela manhã acompanhei um comentário do Papa Francisco. Em sua meditação, ele nos fala sobre o quanto é admirável a fé das mulheres. Quando elas querem, não desistem. E assim, vejam esta mulher que, perante Jesus, estava clamando pela filha. Ela não desiste mesmo!

O Papa fala que essa imagem representa bem todos nós. Que também, não devemos desistir, mesmo quando temos a sensação que Deus não está nem aí para o nosso problema. Temos que mostrar a nossa fé e insistência sem nunca cansar.

Deus vai nos atender, isso é uma coisa verdadeira, mesmo que muitas vezes nós pedimos as coisas e parece que Deus não nos atende. Temos que insistir, ou então pedir que Deus nos ilumine, para saber se aquilo que estamos pedindo é certo ou não. Eu sempre persisto muito nisso.

A oração sempre faz duas coisas, ilumina e dá força. Ela nunca falha, nunca! A oração ilumina o nosso coração. Como vimos ontem, as palavras de São João Maria Vianney diziam: “A oração é como dois pedaços de cera quente, Deus e nós que nos fundimos em uma só peça”. Sabemos que só a oração nos ilumina e nos faz entender qual o sentido da vida e o que é devemos pedir.

A oração dá força, mesmo quando parece que Deus não atende, ela dá a força para seguirmos. Isso é o que nos importa ter a luz de Deus e a força de Deus. A oração sempre nos proporciona a luz e a força, por isso sempre devemos perseverar na oração.

Primeiro Dia da Novena de São Maximiliano Kolbe

Podemos olhar estas duas rosas, que representam a nossa vida e a vida da nossa família e daqueles que amamos. Uma rosa branca e a outra vermelha que nos remete a uma história muito bonita de São Maximiliano Kolbe, ligada a duas coroas uma branca e outra vermelha, oferecidas a ele por Nossa Senhora, quando ainda era criança.

Ele só iria descobrir o significado dessas coroas ao longo da vida. Sobretudo o sentido do mistério de Deus, o valor e a preciosidade das almas, pelas quais ele quis dar a toda sua vida, com tanto amor até o martírio, aí temos a coroa vermelha. Quanto a coroa branca entendemos que reflete a sua santidade e pureza da vida deste santo.

Vamos nessa novena, levar em consideração a vocação de cada um de nós. A vocação que espelhe em nós a paternidade de Deus em relação a todas as pessoas que vivem conosco.

Pedimos que Maximiliano kolbe nos ilumine e nos dê força na nossa vocação. Com esta oração, vamos tornar este dia iluminado e protegido por esse grande mártir da caridade.

Oremos:

Ó São Maximiliano kolbe, pedimos que o teu coração de pai, sacerdote, irmão e amigo abrace o nosso e ajude-nos a responder com alegria ao chamado de Jesus para santidade. Faz com que, olhando para a tua vida, sintamos que é possível viver hoje o Evangelho com autenticidade e generosidade; entregando o dom total de nós mesmos sem limites. Como estás perto da Imaculada, pede-lhe que o seu manto nos cubra, nos aqueça e nos fortaleça, para que possamos ser testemunhas de misericórdia e de amor.

São Maximiliano kolbe, rogai por nós!

Como ação concreta eu proponho hoje, neste primeiro dia, pensarmos mais no sentido da nossa vocação. Seja ela qual for: padres, freiras, religiosos, leigos consagrados, esposos, pais e mães, gostaria que focassem São Maximiliano kolbe numa grande dimensão de paternidade.

Como no Evangelho, ser aquela mulher que não desiste para atender sua filha. Vamos também nós, inspirados nessa vocação de Maximiliano kolbe querer dar a Deus através do nosso amor, da nossa dedicação e da nossa generosidade, o nosso melhor, o melhor de nós, pois quantos filhos e filhas precisam se reencontrar e caminhar no caminho certo da vida e devemos ajudar salvar a todos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.