Por Marta Romero Em A Santa Missa

Vinho novo deve ser colocado em odres novos

Primeira sexta-feira do mês, festa do Sagrado Coração de Jesus, festa do amor. Vamos amar para sermos felizes!




Transcrição por Marta Guimarães

Edição e Técnica por Gil Brasil

Jesus é o porquê de tudo que existe. O preço da nossa conquista é o próprio Deus que se encarnou para viver a nossa vida e cuidar de nós.

No evangelho, perguntam por que os discípulos de Jesus não faziam jejum e os de João Batista sim. A diferença entre o batismo de Jesus e o de João Batista é que o de João é de conversão e penitência e o de Jesus já vem com uma dimensão de alegria. Uma face diferente de Deus, um Deus que se oferece, que se acolhe e que não seja temido, porque Ele só quer que sejamos felizes.

Podemos viver com serenidade, com alegria porque alguém se preocupa com a gente. Deus cuida de nós! Devemos dar a nossa vida o combustível necessário, pois nenhum carro anda sem combustível, nem nós. Temos que saber que somos filhos e filhas de Deus. Não de qualquer jeito, mas adotados, escolhidos e preferidos. Ele nos ama para valer e para o louvor da sua Glória. Procuremos sentir que Cristo é motivo de alegria. Ele só quer o amor, esse é o seu preço, mas muitas vezes requer o seu sacrifício e também custa muita renúncia, às vezes. Mas é só amor que Ele quer.

Deus não precisa das nossas penitências, dos nossos sacrifícios e nem do nosso louvor. Ele só precisa do nosso amor e de ser acolhido com alegria. Devemos deixá-lo trabalhar em nós para fazermos coisas incríveis. Vamos nos doar porque sentimos que a motivação é forte. Não estamos vivendo à toa. Somos filhos de Deus e temos uma missão a cumprir.

Ouça aqui entrevista completa na íntegra.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marta Romero, em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.