Por Espiritualidade Em Formação

Deus está conosco!

Mesmo sós, estamos longe da solidão


Pixabay
Pixabay


Por Paulo José Schiavon Ara

Não sei se existe algo tão chato como a solidão. Acho que ninguém, seja quem for, gosta de “curtir” a solidão. Por mais que, em alguns momentos, pensemos ser melhor sumir pra longe de tudo, cedo ou tarde acabamos buscando banir a solidão. Assim é o ser humano, você e eu também.

Deus foi o primeiro que entendeu o medo do ser humano de estar só. Na criação, fez homem e mulher, e Ele mesmo decidiu estar com eles. De fato, Deus seria o único capaz de acompanhar-nos sempre, retirando nossa solidão. Mas parece que o ser humano não entendeu assim e pecou. Desobedeceu a Deus e, pensando não precisar do Criador, quis viver “como se Deus não existisse”.

Às vezes penso que é assim que muitos vivem ainda: “O que me falta eu compro, o que quero posso por mim mesmo”. Ainda hoje é comum “excluir” Deus, preenchendo as necessidades com as ofertas do mundo. Ah, mas tem algo que não dá para saciar: é aquela conhecida solidão.

Por mais que eu coloque um som alto em meu carro, por mais que eu vá naquela balada bem animada, por mais que eu esteja rodeado de pessoas, às vezes me sinto só, parece que dentro de mim está vazio. Você também já sentiu isso? E não adianta fugir, pois me sinto só dentro de mim!

Que bom que nosso Deus é misericordioso. Nenhum erro humano conseguiu separar-nos de sua presença. Mesmo na nossa desobediência, “Deus enviou seu Filho único”. Ele veio nos visitar. Misericórdia, isto é, “enviar o coração”, foi isso que Ele fez. Mais do que isso, enviou o próprio amor encarnado! Isso para acabar com nossa solidão.

Se revestiu de nossa humanidade, acompanha os nossos passos, não é indiferente à nossa pobre condição, é Deus conosco, é Emanuel! Isso tudo se deu no Natal, foi lá, naquela noite santa. Deus tocou nosso chão sofrido e acabou de vez com nossa solidão. Não precisamos mais temê-la: Deus está conosco!

Além disso, Ele permaneceu em nossos corações, vivo na eucaristia e em cada irmão. Permaneceu vivo na comunidade, nos tornando, pelo batismo, cristãos, isto é, “eu+Cristo”, para nunca mais estarmos sozinhos. Ao contrário, unidos a Ele, tal como um membro ao corpo e tal como ramo à videira, daremos muitos frutos.

Que grande notícia, não é?! O próprio Deus veio saciar a solidão. Esse é o verdadeiro motivo da nossa alegria e nos resta celebrar. Em breve celebraremos o Natal, a solidariedade de Deus para conosco. Na comunidade, em comunhão, vamos celebrar juntos o Natal e nos prepararmos através da novena, assim poderemos dizer ao mundo que não estamos mais sós: Deus está conosco!

Fonte: Revista Jovem Mílite

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Espiritualidade, em Formação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.