Por Espiritualidade Em São Maximiliano Kolbe

Carta para o Papa

São Maximiliano Kolbe, logo que fundou a Milícia da Imaculada, pediu que um cardeal informasse ao Papa Bento XV sobre a iniciativa. Anos depois, com o trabalho evangelizador a todo o vapor, escreveu para o Papa Pio XI contando sobre a experiência

Divulgação
Divulgação


Beatíssimo Padre, a Pia União “Milícia da Imaculada” (M.I.), nascida em Roma no ano de 1917 no Colégio Internacional dos Frades Menores Conventuais, erigida canonicamente com o decreto do Vigário de Roma em 2 de janeiro de 1922 e enriquecida de indulgências com o Breve Apostólico em 18 de dezembro de 1926, celebra neste ano o vigésimo aniversário de sua fundação. Nestes 20 anos o número dos seus inscritos, com a bênção da Imaculada, alcançou quase a cifra de um milhão.

O Centro Nacional polonês desta Pia União foi constituído inicialmente em Cracóvia, no convento dos Frades Menores Conventuais, depois foi transferido por cinco anos para o convento de Grodno, até que em 1927, por causa do desenvolvimento cada vez maior, foi erigido perto de Varsóvia um convento especial da mesma Ordem dos Frades Menores Conventuais chamado “Niepokalanów” (ou seja “Immaculatum”), no qual o número dos religiosos dedicados à atividade do Centro Nacional chega atualmente a 600. Além disso, no Seminário menor missionário 127 jovens estão se preparando para o ministério sacerdotal sob a proteção da Imaculada.

Neste convento são publicados: 1) a revista mensal da associação, endereçada aos adultos, Rycerzyk Niepoklanej, com a tiragem de 780.000 exemplares; 2) uma segunda revista, para os jovens, Rycerzyk Niepokalanej, com 180.000 exemplares e 3) um jornal diário, Mały Dziennik, com tiragem de 130.000 exemplares e 9 edições.

No ano de 1930, em Nagasaki, no Japão, nasceu outro Centro da Pia União, sob forma de convento dos Frades Menores Conventuais, onde, além de 23 religiosos poloneses, vivem já 10 religiosos japoneses que publicam para os pagãos a revista mensal Seibo no Kishi. Nessa mesma localidade, além disso, existe um Seminário menor com 43 rapazes japoneses.

Por isso, por ocasião do décimo aniversário de fundação do convento de Niepokalanów e do vigésimo de instituição da Pia União “Milícia da Imaculada”, o abaixo-assinado, Guardião do acima citado convento, pede humildemente a Bênção Apostólica para todos os religiosos, para os membros da Pia União, para os benfeitores e para os leitores. Frei Maximiliano M. Kolbe Guardião do convento

Escrito de São Maximiliano Kolbe número 766




Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Espiritualidade, em São Maximiliano Kolbe

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.