MI

MI celebra São Maximiliano Kolbe

Festa vai contar com a presença de uma caravana de Campo Grande

Escrito por Vladimir Ribeiro

11 AGO 2022 - 14H20

Arquivo MI

No próximo domingo (11), a Igreja Católica celebra a memória de São Maximiliano Maria Kolbe, fundador da Milicia da Imaculada.

Para comemorar a data haverá três missas no Oratório Imaculada Conceição e São Maximiliano Kolbe, em São Bernardo do Campo, em São Paulo, sede da MI e da Rede Imaculada de Comunicação.

As celebrações eucarísticas, que vão contar com a presença de uma caravana de fiéis de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, ocorrem às 7h, 10h30 e 18h, sendo que as duas últimas serão transmitidas pela Rádio Imaculada.

Martírio

Em 1941, São Maximiliano foi preso pela polícia nazista e encaminhado para o Campo de Concentração de Auschwitz onde recebeu uma tatuagem no braço com o número de inscrição 16670.

Nos últimos dias de julho de 1941, o franciscano se oferece para morrer no lugar de uns dos prisioneiros e é enviado, com outras nove pessoas para uma cela em um porão. Orações e cânticos tomam o lugar dos gritos e sussurros. Depois que todos haviam morrido, em Kolbe ainda havia vida. Foi-lhe aplicada uma injeção letal e seu corpo foi encaminhado para o forno crematório no dia 14 de agosto de 1941.

Em 1971, foi beatificado pelo Papa Paulo VI que o destacou como modelo para os sacerdotes. Em 1982, foi canonizado pelo Papa São João Paulo II que o intitulou padroeiro dos nossos difíceis tempos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em MI

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.


Estamos com um problema no nosso canal do YouTube. 

Para você acompanhar a programação da Rede Imaculada Ao Vivo, acesse o nosso Facebook