Igreja

Arquidiocese de Brasília lança ação de combate à pobreza

“Partilha Brasília” une Igreja e parceiros no desafio de impedir que população passe fome ou tenha insegurança alimentar

Escrito por Vladimir Ribeiro

11 AGO 2022 - 10H28

Divulgação

De um lado, um número cada vez maior de pessoas convivendo com a fome e outras consequências da pobreza. Do outro, dezenas de iniciativas que, de forma isolada, buscam atender essas famílias.

Para aproximar esses dois universos, organizar e ampliar a assistência a quem está em situação de vulnerabilidade social, a Igreja Católica lança na próxima segunda-feira (15) a ação Partilha Brasília. Idealizado pelo arcebispo do Distrito Federal, Dom Paulo Cezar Costa, o projeto tem como principal propósito mobilizar diferentes atores sociais tanto do setor público quanto da iniciativa privada e da sociedade civil em torno de uma grande ação em defesa dos mais pobres.

No lançamento, marcado para as 10 horas na sede da Cúria Metropolitana, será apresentado um pacote de ações a serem executadas a partir da estrutura da arquidiocese e também do trabalho de parceiros. Serão firmados termos de cooperação entre a Igreja e instituições do Sistema Fecomércio (Senac e Sesc), as secretarias do Trabalho e de Justiça do GDF, a Universidade Unieuro, além de empresários, entre outros atores que já aceitaram o convite para colaborar com a iniciativa.

Credibilidade da Igreja

A percepção de que a Igreja poderia emprestar credibilidade e estar na linha de frente do enfrentamento à miséria começou a ganhar força há cerca de dois meses, quando foi divulgada uma pesquisa nacional que aponta que mais da metade (57%) da população brasileira está em situação de insegurança alimentar e que 33 milhões de pessoas passam fome. Um cenário que também é crescente no Distrito Federal, sobretudo nesse momento de pós pandemia. “Na celebração de Corpus Christi, deste ano, percebemos que não podemos continuar a celebrar e a participar da Eucaristia com a consciência tranquila, mediante esta situação. Compartilhamos essa realidade com o Governo da Arquidiocese e com os padres, na reunião do clero e assim nasceu o projeto”, explica Dom Paulo Cezar.

As ações serão desenvolvidas por meio do Vicariato Social e poderão envolver todas as paróquias da Arquidiocese e as Obras Assistenciais da Arquidiocese de Brasília (Oassab), além de associações, congregações e parceiros externos. “Responderemos às necessidades imediatas através da doação de cestas básicas, mas queremos ajudar as pessoas a saírem de sua situação, a serem sujeitos da própria história. Queremos, como nos pede Papa Francisco, ser uma Igreja missionária, uma Igreja que vai ao encontro das periferias humanas e existenciais”, completa o arcebispo.

Ação Partilha Brasília

Presidente da Oassab, frei Rogério Soares, explica que a ação Partilha Brasília é uma frente na atuação social da arquidiocese. Segundo ele, tão logo a ideia de Dom Paulo foi apresentada, começaram as articulações para viabilizar o projeto por meio de convites e do envolvimento de vários parceiros. Ele faz questão de dizer que se trata de uma atitude cristã, bíblica, mas também de uma ação de cidadania e defesa do bem comum. “A ideia é que venha mais gente, mais instituições e que possamos ter ações de enfrentamento à desigualdade e à pobreza com intervenções exitosas e eficazes também na oferta de atividades de qualificação técnica, formação profissional e pela oferta de microcrédito”, exemplifica.

Ponto de partida – Já na próxima segunda-feira serão anunciadas algumas medidas concretas e de funcionamento imediato. Uma delas será o funcionamento de três pontos de atendimento aos mais pobres: no Prédio da Oassab, 601 Sul, no Santuário São Francisco de Assis que fica na 915 Norte e na Paróquia Sagrado Mercês, localizada na 615 Sul. Outra frente será a confecção do cartão-atendimento – uma espécie de cartão de visita com os endereços dos postos de atendimento. Nesse caso, a medida pretende facilitar o direcionamento das pessoas em situação de vulnerabilidade para que possam chegar aos locais de assistência.

Também será anunciada a abertura de vagas em comunidades terapêuticas para acolher quem necessita desse tipo de suporte especializado, além de ações para atendimento à população em situação de rua. O lançamento de um programa de microcrédito, por meio do qual, pequenos empréstimos serão concedidos a pequenos empreendedores é outra frente a ser oficializada no dia 15 de agosto. Na mesma data, durante a solenidade de lançamento do Partilha Brasília, Dom Paulo Cezar fará um chamamento público para que toda a sociedade participe de uma grande campanha de arrecadação de donativos e cestas básicas.

Fonte: Vatican News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.


Estamos com um problema no nosso canal do YouTube. 

Para você acompanhar a programação da Rede Imaculada Ao Vivo, acesse o nosso Facebook