Por Armando Teixeira Em Doutrina Jovem

O direito dos homens e mulheres ao trabalho digno

A Doutrina Social da Igreja defende que todos devem ter direito ao trabalho justo e honesto, sem exploração da classe operária

Divulgação
Divulgação


O trabalho segue sendo o tema das rádio aulas do Doutrina Jovem e nesta semana o programa destaca como cada um, homem ou mulher, deve ter direito a um trabalho que garanta remuneração justa e o sustento de sua família.

A Igreja não é contra a propriedade privada ou contra as relações de trabalho, mas entende que não pode haver discriminação e muito menos exploração na relação patrão-empregado, e que o lucro obtido com a produção de bens deve ser destinado a criação de novos postos de trabalho e dividido de maneira coletiva, gerando melhorias sociais para todas as classes.

O professor de Doutrina Social da Igreja e Teologia, Padre José Antônio Boareto mais uma vez auxilia os ouvintes a compreenderem como a Igreja orienta os cristãos a lutarem por melhores condições de trabalho e justiça social.

Os ouvintes também participam respondendo à pergunta da semana no “Fala Jovem”. Confira e compartilhe em suas redes sociais.

O Doutrina Jovem vai ao ar todos os sábados, a partir das 14h, na Rádio Imaculada.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba todas as novidades

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Armando Teixeira, em Doutrina Jovem

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.