A Santa Missa

A medida de Deus é o amor

Na Santa Missa desta quarta-feira (17), Frei Sebastião medita sobre a medida do amor e Deus

Escrito por Frei Sebastião Benito Quaglio

17 AGO 2022 - 10H51 (Atualizada em 17 AGO 2022 - 11H57)

O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Oratório Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Ez 34,1.11) e o Evangelho de hoje (Mt 20,1-16a).

Em sua homília, Frei Sebastião nos lembra que Jesus parece querer brincar com os nossos critérios e conceitos de julgamento. Afinal, esse Evangelho está certo ou errado? Pela nossa análise, está errado.

Os que trabalharam desde manhã deveriam ganhar mais do que os que trabalharam menos tempo. O sol ilumina e aquece, tanto o homem mais rico do mundo, quanto o mais pobre.

Por exemplo, se em uma família que tem cinco filhos, quatro estão trabalhando e um está desempregado, a mãe vai fazer que esse filho desempregado espere para comer o que sobrar dos outros irmãos? Certamente não. Para quem ama não existe esse tipo de retribuição!

Nossos milites que nos ajudam desde começo, tem mais valor do que aqueles que estão chegando agora? Claro que não. Todos têm o mesmo valor.

A medida de Deus é o amor que não faz qualquer tipo de distinção. Não podemos trabalhar e depois desistir, a pior coisa é desistir. Não podemos projetar em Deus a nossa justiça humana, o amor tem uma justiça própria. Deus é muito bom, Ele é Pai, Ele é amor.

O importante é nunca dizer não quando Deus nos chama. Temos que perseverar e encontrar alegria por estarmos a serviço de Deus. Não por obrigação, mas por convicção. Deus tem que ser visto no redemoinho do amor e não nos cálculos da nossa calculadora.

Então, sempre confiemos em Deus, quando tropeçamos e nos machucamos, olhemos para Ele e peçamos ajuda e Ele nunca vai nos abandonar. Nossos pecados nunca poderão sufocar a infinita misericórdia de Deus.

Quem somos nós? Nós somos a riqueza de Deus, somos a coisa mais importante do universo para Deus. Tudo é criação de Deus, mas nós não somos criaturas, porque somos filhos e filhas de Deus. Nunca desista, porque Deus é bom, Ele é amor.

Transcrição Marta Romero

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.