Por Vladimir Ribeiro Em Brasil

Supremo Tribunal Federal mantém divulgação da lista suja do trabalho escravo

Documento revela o nome de empresas que utilizam esta prática criminosa


Divulgação
Divulgação
O trabalho escravo e infantil podem ser denunciados


O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a divulgação da chamada lista suja do trabalho escravo. O documento informa quem são os empregadores autuados e punidos por manter trabalhadores em condição análoga à de escravidão.

A lista existe desde 2014 e é constantemente renovada pelo Ministério Público do Trabalho. A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias pediu o fim da lista, alegando violação de direitos fundamentais.

O relator do caso no Supremo, ministro Marco Aurélio Mello, discordou e garantiu que a aplicação de direitos previstos na Constituição, principalmente aqueles que tratam de trabalho digno e acesso a salários justos.

O trabalho escravo, assim como o trabalho infantil podem ser denunciados pelo telefone Disque 100 ou pelo número 158, a ligação é gratuita.

Fonte: Mais News

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Vladimir Ribeiro, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.