Igreja

Pastoral Familiar promove encontro de bispos referenciais e padres assessores

Evento é oportunidade para aprofundamento de temas como Itinerários catecumenais para a vida Matrimonial, Serviço à Vida e Princípio da Gradualidade nos processos de discernimento

Escrito por Vladimir Ribeiro

20 DEZ 2022 - 14H36 (Atualizada em 26 DEZ 2022 - 13H44)

Divulgação

A Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) promove, de 23 a 26 de maio, em Aparecida (SP), o Encontro Nacional dos Bispos Referenciais e Assessores Regionais e diocesanos. O objetivo do evento é aprimorar a atuação conjunta e transversal de padres, bispos e religiosos e religiosas em prol das famílias como serviço eclesial.

Essa será uma oportunidade para aprofundamento de temas como Itinerários catecumenais para a vida Matrimonial, Serviço à Vida e Princípio da Gradualidade nos processos de discernimento. Todos esses são assuntos relevantes no trabalho da Pastoral Familiar, que “é um serviço necessário e urgente para a formação, cuidado, defesa e promoção da Família e da Vida”, como afirma o bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, dom Ricardo Hoepers.

“Não há sociedade justa, fraterna e frutuosa se a família não for forte e valorizada. O Papa Francisco disse no encerramento do X Encontro Mundial das famílias, junho 2022, que é ‘justamente enquanto afirmamos a beleza da família, que sentimos mais do que nunca que devemos defendê-la’. Não deixemos que seja poluída pelos venenos do egoísmo, do individualismo, da cultura da indiferença e do descarte, perdendo assim o seu DNA que é o acolhimento e o espírito de serviço“, destaca dom Ricardo Hoepers, que é referencial da Pastoral Familiar em âmbito nacional.

Dentro da programação, nos dias 25 e 26, será discutido o tema “A alegria e a fraternidade como novos “lugares teológicos”, a partir dos 10 anos do Pontificado de Francisco e Evangelii Gaudium, bem como da Fratelli tutti”. A reflexão é resultado de uma parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), a Conferência das Instituições Católicas de Teologia (COCTI), o Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM) e o Instituto João Paulo II (Roma).

“É importante que as coordenações locais e regionais mobilizem e convidem seus assessores e bispos referenciais e, na medida do possível, os apoiem na viagem e na inscrição. Será um momento especial para a Pastoral Familiar no Brasil”, ressaltou assessor da Comissão Vida e Família da CNBB e secretário executivo da CNPF, padre Crispim Guimarães.

Fonte: CNBB

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto