Por Clara Lis Em Criatividade para evangelizar

Amar. Um verbo completo

O verbo amar é muito usado em um monte de situações. Você, por exemplo, quantas vezes já falou sobre o amor?

rawpixel.com
rawpixel.com


A gente usa esta palavrinha para descrever uma série de acontecimentos e sensações: amei aquele filme, amo comer pipoca, amo maratonar séries, amei a viagem... E por aí vai.

Só que quando tudo isso aqui ainda era mato, alguém já usava o verbo amar para expressar um modo de viver. Para São Maximiliano, esta palavra sintetizava a razão pela qual ele fazia cada coisa de um jeito especial e único. Ele foi um homem que viveu por amor e fez desta verbo o seu TUDO.

Primeiro, amor a Deus. São Maximiliano descobriu sua vocação e deixou-se conduzir pelas mãos amorosas do Pai para responder sim à vida sacerdotal.

Depois, amor a Imaculada e, por meio dela, amor a cada ser humano. Diante de tantos argumentos e contestações (sim, porque na época dele, a Igreja foi fortemente atacada pela maçonaria) o fundador da Milícia da Imaculada resumiu na palavra amor tudo aquilo que precisava ser feito. E não somente falou, como foi lá e fez, testemunhando com a própria vida o que é amar na prática.

Em 2021 a gente celebra 80 anos desde que ele foi martirizado no campo de concentração em Auschwitz, durante a 2ª Guerra Mundial. Pensando em como celebrar este ato heroico do homem-amor chegamos à conclusão de que seguir seu exemplo é a melhor forma de agradecer a Deus pelo dom de sua vida e vocação.

Celebrar os 80 anos de um ato extremo de amor ao próximo é agradecer pelo verbo amar estar tão vivo e presente entre nós. Agora é a nossa vez de dar vida a ele!

Faça parte da Obra de São Maximiliano Kolbe hoje mesmo:

Sim, eu quero! Já sou mílite. Quero doar!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Clara Lis, em Criatividade para evangelizar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.