Por Nathalia Silva Em Criatividade para evangelizar

Kolbe: inspiração para a vida

São Maximiliano Kolbe é uma das maiores fontes de inspiração e coragem que temos como mílites consagrados. Olhar para sua vida, sobretudo neste mês em que celebramos os 80 anos de seu martírio, é receber novo ânimo para seguir adiante em nossa missão

rawpixel.com
rawpixel.com


Ele viveu tempos difíceis. A Igreja era atacada pela maçonaria, muitos abandonavam a fé e o mundo se via dividido no que se tornaria a Segunda Guerra Mundial anos depois. Quando a gente contempla a Milícia da Imaculada hoje nem imagina que esta grande Obra de amor nasceu num cenário de ódio e maldade.

Conheço uma flor muito linda, que talvez você tenha aí no jardim de casa ou num vaso: a orquídea. Ela tem pétalas bem delicadas, cores vibrantes e aparência frágil. No entanto, ela á capaz de nascer até mesmo em meio a rochas. Isso mesmo: uma delicada e mimosa flor nasce, cresce e se desenvolve em terrenos pouco favoráveis, sobrevivendo a chuvas e ventos fortes, com pouca ou quase nenhuma terra fértil. A natureza está sempre a nos ensinar e, contemplando as orquídeas que temos aqui na sede da MI, posso ver claramente como as coisas de Deus seguem uma lógica bem diferente da nossa.

Talvez você também conheça plantas e flores que nascem em ambientes inusitados, não é mesmo? Lembro de quando eu era criança e morava em frente a um rio, fazendo divisa com outra cidade. Neste rio havia bastante sujeira, lixo mesmo. A água cheirava mal e minha mãe vivia dizendo a mim e a meu irmão para passarmos longe dele. Pois acredite você que ali, naquele esgoto a céu aberto, começaram a nascer flores brancas lindas! A rua se encheu delas e a gente ficava impressionado em ver que, mesmo num lugar ruim, podia nascer algo bom.

Penso em nossos dias e em quanto sofrimento estamos enfrentando. Será que em meio à dor também pode nascer o amor, a alegria e a esperança? Certamente sim. São Maximiliano deixou que a Mãe Imaculada cuidasse da terra do seu coração, que a preparasse com suas mãozinhas para que Jesus fizesse nascer uma flor linda e perfumada chamada Milícia da Imaculada, mesmo com um mundo em crise.

Nós também podemos deixar que Ela, a partir da nossa consagração, opere esta obra. Não são nossos méritos que fazem as flores nascerem. Às vezes o coração está cheio de lixo, como aquele rio maltratado da minha infância. No entanto, mesmo assim, ele pode ser a base para que o bem aconteça na sua vida e na vida de mais pessoas. Isto é ser mílite. Isto é ser Milícia da Imaculada.

Ainda não sou mílite Já sou mílite. Quero doar!

Escrito por
Nathalia Silva
Nathalia Silva

Leiga consagrada na Milícia da Imaculada há 19 anos, faz parte de nossa equipe de Comunicação e Marketing. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda, Jornalista, com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas e estudante de Teologia pela Universidade Claretiano.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Nathalia Silva, em Criatividade para evangelizar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.