Por Nathalia Silva Em Formas de doação

Escolha

Parei para pensar nas escolhas que fazemos na vida e nos milhões de caminhos que podemos seguir com o passar dos anos.

www.rawpixel.com
www.rawpixel.com
Escolher nosso caminho

Parece que é fase da vida, ter que escolher o tempo todo, mas na verdade esta fase nunca passa. Ela apenas muda de formato. Se quando éramos jovens, tínhamos que escolher o que estudar, hoje que somos adultos temos que escolher onde morar, em que trabalhar, o que responder aos nossos filhos, qual caminho seguir. E pode perceber: uma decisão impacta sobre outra decisão.

Tudo isto sem falar nas escolhas das outras pessoas que também refletem sobre você e sua vida. Se seu chefe escolher substituir você por outro trabalhador, sua vida será impactada. Se sua filha decidir morar em outro país, você também terá que digerir esta escolha. E assim por diante.

De uma coisa eu tenho certeza: as escolhas de pessoas que rezam são bem diferentes das escolhas de pessoas que não rezam. E isso eu aprendi na prática, observando a minha vida e o curso que ela foi seguindo no decorrer do tempo. Se eu rezo, torno-me alguém capaz de ver além do que acontece, de saber esperar e até mesmo de lutar pelo que realmente tem valor. A oração me tranquiliza e me inquieta porque me ajuda a perceber onde estou errando e como posso mudar. Também ajuda a compreender os limites de quem convive comigo e, acima de tudo, me faz ver que todos, absolutamente todos, fomos feitos à imagem e semelhança de Deus que é Pai e que ama a todos igualmente.

Aqui na Milícia da Imaculada muito tem se falado sobre escolhas, já que seguir a Palavra de Deus é uma escolha que deve estar acima de todas as outras. E para fazer esta escolha também é necessário renunciar a tantas coisas que nos amarram e tiram nossa liberdade. O orgulho, a autossuficiência, o egoísmo.

Não quero deixar passar esta grande oportunidade de compartilhar, além dos meus pensamentos sobre estas coisas da vida, a emoção de testemunhar uma escolha unânime entre aqueles que descobriram a beleza de ser mílite: a fidelidade. Ser fiel é uma escolha, e que responsabilidade ela traz consigo. Quando o colaborador descobre que ser fiel é algo transformador não abre mão de participar todos os meses, com suas orações, sacrifícios e ações. E esta fidelidade vai além do que os olhos podem ver. É algo que se sente. Cada vez que você abre um sorriso ao falar da Milícia da Imaculada. Cada vez que você renuncia a algo para conseguir fazer a sua doação... Nossos olhos não vêem tudo isso, mas aos olhos de Deus nada escapa. Que bom saber que Ele mesmo nos “escolheu antes da criação do mundo para seremos santos e irrepreensíveis em sua presença, no amor”.

Nathalia Silva Pinto

Projeto Família Consagrada

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Nathalia Silva, em Formas de doação

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.