Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa Atualizada em 13 JAN 2021 - 15H00

Deus precisa do seu amor

Vatican News
Vatican News
Igreja está próxima dos mais pobres


O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Santuário Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Hb 2,14-18) e o Evangelho de hoje (Mc 1,29-39).

Frei Sebastião destaca que a cura da sogra de Pedro é um milagre simples, a mulher estava com febre e foi curada. Jesus a curou tão bem que ela já começou a servir.

O Evangelho termina com uma outra aula, aquela senhora de idade que estava dando uma moedinha lá no templo. Ninguém observava a sua doação, mas todos davam atenção aos que colocavam muito dinheiro, àquelas moedas que caiam no cofre e faziam barulho. No entanto Jesus destacou que ela dava mais que os outros, pois dava tudo o que possuía.

Frei Sebastião destaca que a importância da vida cotidiana vivida com amor, essa é a nossa riqueza. Às vezes admiramos as pessoas que fazem grandes coisas ou santos que fizeram coisas extraordinárias.

Deus não precisa de nada disso. Ele não pediu ajuda para criar o mundo, fazer o sol nascer, chover, ou a grama crescer, ou produzir o ar que respiramos. Nós somos como crianças, que dependemos de Deus Pai. A alegria dos pais é ver que a sua criança corre e pula no seu colo. Assim somos perante Deus.

A nossa vida simples é preciosa. Para Deus o que importa é a simplicidade de todo dia, na sua casa, na sua cozinha, no seu trabalho, no ônibus.

O Evangelho de hoje nos fala isso. Um milagre quase insignificante, mas Jesus dá a mão, Jesus levanta aquela mulher e ela começa a servir. Na nossa vida não precisamos ter grandes sonhos, vamos sentir a presença de Deus nas pequenas coisas. Sempre devemos dar importância para a família.

Um pai, uma mãe, temos que considerar a luta, o sofrimento, a coragem para viver o dia a dia e nos criar. Se eu tivesse que escolher um santo, eu escolheria meus pais. Lembre-se que Deus não precisa de grandes coisas, Ele precisa da sua vida simples, da sua dedicação e do seu amor.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.