Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa

Façam tudo o que Ele vos mandar

Nossa Senhora intercede junto ao Seu Filho

Divulgação
Divulgação


O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Santuário Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Jl 1,13-15;2,1-2) e o Evangelho de hoje (Jo 2,1-11).

Na homilia de hoje, o Frei lembrou que o dia 8 é dedicado à Nossa Senhora, destaquei esse episódio das Bodas de Caná porque ele marca o início dos sinais, que mostram quem é Jesus. Esse acontecimento particular, trata-se de um casamento em Caná da Galiléia para o qual Jesus e sua mãe estavam convidados.

A um certo ponto faltou o vinho, que era o elemento principal da alegria da festa, sem o vinho a festa estaria condenada a ser frustrada. Quem percebeu a falta do vinho foi Nossa Senhora, e ela quis dar um jeito nisso, mas quis contar com seu filho Jesus. Ela ainda não havia presenciado algum milagre de Jesus, porém sabia, no fundo do seu coração, que Ele era especial. Nossa Senhora teve fé e quis que Jesus se manifestasse.

Jesus colocou as suas dificuldades: “Mulher não temos nada a ver com isso! Não somos nós os donos da festa, somos só convidados e ainda não chegou a minha hora. Mas o poder da mãe se manifestou de uma forma simples, mas ao mesmo tempo autoritária.

Ela chamou os servos e disse: “Façam o que Ele vos mandar.” Nossa Senhora não precisou fazer nada a não interceder junto ao Seu Filho. Jesus sentiu a fé de sua própria mãe e não resistiu ao seu pedido e antecipou a hora Dele, fazendo o milagre, para que assim continuasse a alegria da festa.

Aqui podemos ver que em primeiro lugar Maria e Jesus estão juntos e é assim que deve acontecer na nossa vida. Sempre Jesus e Maria devem fazer parte da nossa vida juntos. E Maria sendo mãe Dele, será sempre a nossa mãe. Ela que intercede por nós, porque sabe a missão do seu Filho.

A missão de Maria é interceder por nós junto a Jesus. Vamos sim tornar presente na nossa consciência que não somos órfãos, porque estamos sempre com Nossa Senhora que é a mãe de Jesus e a nossa mãe, que nunca vai nos desamparar. Amém.

Transcrição Marta Romero

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.