Por Frei Sebastião Benito Qualio Em São Maximiliano Kolbe

Vamos recordar o gesto heroico de São Maximiliano

A direção internacional da Milícia da Imaculada pediu que eu conduzisse as meditações mensais neste ano importante para todos os milites. Todos os meses, essa página e o nosso site apresentarão a minha contribuição

Divulgação
Divulgação


As pessoas andam de um canto a outro desejando novidades neste mundo rico em tecnologia. Mas nada é capaz de satisfazer o desejo de felicidade do ser humano. Somente Jesus pode dar sabor à vida, pode iluminar, aquecer e oferecer o sentido da nossa realidade de filhos de Deus.

Jesus disse ”vós sois o sal da terra” (Mt 5,13). Jesus falou no presente porque quem dá sabor à vida no presente, no aqui e agora da existência, é feliz porque vive com mais intensidade e pode transmitir aos outros o testemunho de fé. Sabemos que Jesus é a luz porque é Ele mesmo que afirma para mim e para você “vós sois a luz do mundo” (Mt 5,17). A luz é a vida e nada a substitui. Devemos, iluminados por Jesus, ser também iluminadores para levar conforto às almas e indicar o caminho de Jesus a todos.

São Maximiliano Kolbe é muito conhecido em todo o mundo porque ofereceu a vida por um pai de família que estava preso com ele no campo de concentração de Auschwitz. Este gesto iluminou a escuridão que imperava no campo e levou esperança aos corações. O gesto de Kolbe não foi improvisa¬do, mas foi a consequência de uma vida entregue a Cristo, pela Igreja e pelos irmãos.

Toda a vida de São Maximiliano Kolbe transcorreu em generosidade e altruísmo. Diversos acontecimentos contribuíram para essa oferta de vida. Por exemplo, a formação religiosa franciscana, o amor à Imaculada, que recebeu muito cedo como herança familiar, as atividades missionárias e, sem dúvida, a vida de oração.

A vida de Kolbe foi guiada pelo amor. Amou a Deus, a Imaculada, a vida espiritual e a humanidade. Ele nos mostrou que só Jesus tem o poder de restaurar a vida e dar alegria e esperança.

Para refletir

Como temos iluminado o caminho das pessoas próximas de nós?

Escrito de São Maximiliano Kolbe

“Agora nós continuamos e continuaremos a cumprir a missão do amor pelo próximo, seja ele quem for, para abrandar a desgraça dos que sofrem e para inflamar seus corações de um amor agradecido pela Imaculada, Mãe que ama a todas as almas do globo terrestre” (914).

Intenção do mês

Para que possamos acolher a mensagem do mártir de Auschwitz para sermos luz nas trevas deste mundo admirável e necessitado de esperança.

Escrito por
Frei Sebastião (Arquivo MI)
Frei Sebastião Benito Qualio

Frei Sebastião Benito Quaglio nasceu em 20 de julho de 1938, em Lendinara, no norte da Itália. Recebeu o nome de batismo Benito Quaglio e, quando emitiu os votos religiosos na Basílica de Santo Antônio (Padova), em 1958, recebeu o nome do mártir São Sebastião. O desejo de evangelizar com Nossa Senhora através dos meios de comunicação sempre permeou sua vida e foi na obra de São Maximiliano Kolbe que ele encontrou um ideal a ser seguido: conquistar o mundo inteiro a Cristo pela Imaculada!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Espiritualidade, em São Maximiliano Kolbe

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.