Por Nathalia Silva Em Representantes MI

Mas afinal, quem é Deus?

Você já perguntou a uma criança quem é Deus? Quando você puder, faça essa pergunta e aposto que você terá respostas surpreendentes!

www.rawpixel.com
www.rawpixel.com
Uma descoberta diária

Perguntei a algumas e percebi que a maioria O enxerga como o Papai do Céu, como aquele homem bondoso que está sempre com sorrindo; outras O vêem como um homem alto, com barba branca e até parecido com o Papai Noel; uma me disse que Ele é o padre e que não tem barba e outra afirmou que Ele é o Pai de todos!

Engraçado não é?! Talvez nós mesmos não consigamos descrevê-lo tão bem. Para um, Deus pode ser o Grande Juiz do Universo, para outro Ele é uma melodia de uma canção, há quem pense Nele de forma simples como uma oração que aprendemos quando criança, ou até mesmo como aquele Deus pintado no quadro, sentado no trono com cabelos longos. Cada um tem uma maneira diferente de pensar Deus!

Percebemos ao longo da vida que Ele toma diferentes formas e paramos de colocá-lo numa moldura. Percebemos que Deus é mistério... Deus é amor!

E percebemos também que o mais importante é que quanto mais O seguimos, mais nossa vida ganha sentido. Nós começamos a mudar nosso olhar sobre o mundo e sobre as pessoas, nos tornamos pessoas melhores e mais livres também.

Tem pessoas que vão além, que se dedicam com amor para mostrar às crianças esse Deus tão bondoso. E ai eu te pergunto: Você já se perguntou também a importância do trabalho de um catequista? São eles que levam nossas crianças a descobrir esse Deus, claro respeitando seus diferentes olhares e opiniões.

Conversando com uma catequista percebi que o guia esse trabalho é o amor. É a certeza de realizar uma missão especial! É a vontade de evangelizar, de fazer parte da história das crianças e de poder transformá-las. Essa catequista me disse que costuma levar a revista O Pequeno Mílite nas suas aulas, tira cópia de algumas brincadeiras, distribui entre os pequenos e fala sobre o conteúdo da revistinha. Algumas vezes os pais se interessam tanto que ela realiza o cadastro das crianças e dos pais. Que linda ideia!

Você, que é mílite ou representante da Milícia da Imaculada, também pode oferecer a revista O Pequeno Mílite a algum catequista, explicar o quanto contribui na evangelização das crianças. E até mesmo mostrar a revista aos pais e responsáveis das crianças que você conhece.

Ah, e lembre-se que não há uma resposta certa sobre quem é Deus! Mas nunca devemos deixar de vê-lo com esse mesmo brilho no olhar e a simplicidade de uma criança.

Ana Cláudia de Sousa

Projeto Família Consagrada

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Nathalia Silva, em Representantes MI

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.