Psicologia

Lidando com emoções indesejáveis

Projeção é um termo desenvolvido pela teoria freudiana, e por outras abordagens da psicologia, que nos expõe a uma prática familiar na qual nos encontramos com muita frequência. Você pode até ter usado disso sem perceber, em qualquer momento da vida

Eduardo Galindo (Divulgação)

Escrito por Eduardo Galindo

20 MAI 2022 - 00H00

Sigmund Freud propôs a ideia de mecanismos de defesa como parte de sua teoria psicanalítica. O mecanismo de defesa é uma estratégia inconsciente que o indivíduo usa para se defender e lidar contra características e com sentimentos pessoais difíceis de serem aceitos e expressados, mas atribui ao outro a sua própria característica.

O exemplo clássico de projeção é o de um homem que foi infiel à esposa, mas que a acusa de traí-lo. Outro exemplo de projeção psicológica é alguém que é mal-humorado e antipático, mas que acusa o outro de ser desagradável. Os mecanismos de defesa nem sempre são negativos. De fato, alguns são essenciais para o enfrentamento de eventos estressantes. Por exemplo, o humor é um exemplo positivo de mecanismo de defesa que as pessoas empregam para lidar com o estresse.

Usar o humor em uma situação difícil permite que você exponha seus sentimentos e também traz harmonia e leveza. Uma vez que tenha identificado que esteja na defensiva e acusando os outros, você se tornará mais consciente dessa tendência durante futuras interações. Tente enfrentar os problemas e as disputas de frente, em vez de ficar na defensiva. Em alguns casos, a ajuda de um psicoterapeuta é fundamental para examinar os relacionamentos de forma mais honesta e aberta, porque é um trabalho difícil de ser feito sozinho.

A projeção não é a forma mais saudável de lidar com as emoções, porém, é um hábito difícil para algumas pessoas quebrarem. Da próxima vez que começar a projetar seus sentimentos em outra pessoa, pare e pergunte a si mesmo por que está se envolvendo nesse comportamento. Você descobrirá que é muito mais fácil lidar com os monstros em sua cabeça do que projetar as emoções negativas que está experimentando nos outros.

Fonte: O Mílite

Escrito por
Eduardo Galindo (Divulgação)
Eduardo Galindo

Psicólogo Clínico, especialista em Psicoterapia Breve. Suas áreas de atuação são psicoterapia de adultos, grupos e casal, workshop, e assessorias de grupos e palestras.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por MI, em Psicologia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.