Viagem

Um passeio pelo Balneário de Iriri

Belas paisagens e natureza exuberante são as principais características deste paraíso no sul do Espírito Santo

Escrito por Angelica Lima

28 JUL 2021 - 00H00

Divulgação PRAIA DOS NAMORADOS (Divulgação)

Com as férias agendadas é hora de planejar destinos e passeios. Porém, em tempos de pandemia, todos os planos de viagem caem por terra, uma vez que distanciamento social é palavra de ordem nos planos de contenção por causa da Covid-19.

No entanto, é possível, mesmo nesses tempos difíceis, renovar as energias buscando novos ares, sem colocar em risco a própria saúde e a saúde de outras pessoas. Nas férias deste ano, meu marido e eu optamos por um passeio de carro. Passamos pelo Rio de Janeiro, na casa de familiares, e esticamos um pouco a viagem até o Espírito Santo, onde descobrimos um lugar perfeito para descansar e apreciar a natureza.

O Balneário de Iriri está localizado no município de Anchieta. É formado por lindas praias e belas paisagens, que formam um cartão postal apelidado de Caribe Capixaba. O nome Iriri tem origem indígena e significa “ostra”, abundante em suas praias. No passado, o local era apenas uma pequena vila de pescadores. Hoje é um dos mais importantes balneários do município de Anchieta. O Balneário de Iriri possui cerca de três mil habitantes e está a 90 quilômetros da capital. Possui inúmeras opções de lazer para toda a família, além da gastronomia local, com restaurantes de frutos do mar e de culinária tradicional capixaba.

O local é perfeito para quem procura paz e tranquilidade, além do distanciamento social, tão importante nesses tempos de pandemia, pois, algumas das pequenas praias, por vezes ficam praticamente desertas. Eu, particularmente, curti mais as praias pequenas, em meio às pedras e à natureza. Conheça algumas dessas maravilhas:

Praia dos Namorados

Possui cerca de 350 metros de extensão e fica em uma pequena enseada, entre costões, de águas claras e águas calmas. Possui uma pequena extensão de areia entre as pedras, que forma uma piscina, ideal para crianças brincarem.

Divulgação
Divulgação
Praia Costa Azul

Praia Costa Azul

Praia de enseada, de águas claras e mar calmo, areia compacta amarelada, com aproximadamente 500 metros de extensão.

Praia da Areia Preta

Localizada entre costões, possui mar calmo, águas claras com pequenas ondas, areia escura e solta, devido à presença de ilmenita (areia monazítica). Proporciona passeios de escuna e um dos melhores pontos de mergulho do Estado.

Praia de Inhaúma

Foi a primeira que visitamos. É uma pequena vila de pescadores, praia de enseada, com uma pequena faixa de areia clara e socada, própria para pesca artesanal. Possui lindas amendoeiras que proporcionam uma sombra agradável para quem quer fugir do sol e apenas aproveitar o vento vindo do mar.

Divulgação
Divulgação
Praia do Coqueiro

Praia do Coqueiro

Uma das minhas preferidas. Possui águas claras e transparentes, ondas fracas, areia escura, batida e fina. Fica entre costões e há rochedos à beira-mar. Pude caminhar pelas pedras e acessar pequenas praias, desertas, envoltas por pura natureza. Escolhemos passar o dia nesta praia, pela sua estrutura, com quiosque que serve refeição e oferece um espaço com redes e música clássica para relaxar. E é claro que eu aproveitei para tirar um belo cochilo na rede, à sombra de uma das exuberantes e imponentes amendoeiras.

Praia do Balanço

Com aproximadamente 50 metros de extensão, possui águas claras, ondas fracas e areia escura e batida. É uma praia virgem, faz parte de uma sequência de pequenas enseadas. Local de grande beleza natural, com matas secundárias e densas.

Praia Juca da Mata e Praia do Sapê

Praias virgens, boas para pesca de mergulho, possuem aproximadamente 20 metros de extensão, mar agitado, com ondas de um metro e meio, aproximadamente. Águas claras e areia branca com grande incidência de conchas. Ideal para quem gosta de aventuras, pois o acesso é através de trilhas ou pelo mar.

Divulgação
Divulgação

Santuário Nacional São José de Anchieta

Além de curtir as belas praias e paisagens do Balneário de Iriri, tivemos a oportunidade de visitar o Santuário Nacional de São José de Anchieta, formado pela Igreja de Nossa Senhora da Assunção e áreas da antiga residência jesuíta, localizado em uma encosta do morro do Rio Benevente, no município de Anchieta, Espírito Santo.

O local foi escolhido por São José de Anchieta para viver seus últimos dias. Ali ele faleceu em 9 de junho de 1597. Em 1965 foi criado no local o Museu Nacional São José de Anchieta, que preserva imagens, objetos litúrgicos antigos da igreja e objetos da antiga aldeia de Reritiba. Visitamos a capela, o quarto onde morreu São José de Anchieta e ainda uma escavação que revelou uma antiga cozinha do Santuário, que estava soterrada. É um passeio que vale muito a pena!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Angelica Lima, em Viagem

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.